João Pessoa
Feed de Notícias

Governo e Petrobras vão atuar no apoio às crianças em estado de risco

terça-feira, 31 de março de 2009 - 14:34 - Fotos: 

O Governo do Estado e a Petrobras assinaram convênio, nesta terça-feira, dia 31, no valor de R$ 1.247.000,00, garantindo a execução de ações em favor da criança e do adolescente e beneficiando cinco projetos da Secretaria do Desenvolvimento Humano e de entidades não governamentais.

A secretária Giucélia Figueiredo conclamou os agentes dos movimentos sociais para se integrarem ao projeto. “Estamos vivendo um momento novo nas políticas públicas em favor da criança e do adolescente, pois temos uma dívida social para com esse segmento da sociedade”, afirmou.

Ela informou que a orientação do governador José Maranhão tem sido no sentido de buscar cada vez mais parceiros que possam ajudar na execução de um projeto transformador do quadro em que se encontram as famílias que vivem em situação de risco. “Não podemos ficar calados diante do quadro em que se encontra esse segmento social. Vamos buscar novos aliados para se integrarem a essa política transformadora”, comentou.

Depois de destacar a ação dos movimentos sociais, que têm realizado um bom trabalho em favor deste grupo de pessoas, a secretária Giucélia fez um apelo para que possam, ainda mais, expandir suas ações num trabalho de parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Humano e seus órgãos vinculados. “Precisamos de uma força tarefa para exterminar esse mal que tanta afeta esta camada social”.

O representante da Petrobras, David Duarte Macedo, destacou o trabalho realizado na parceria com o Governo do Estado. Ele disse que é interesse da empresa continuar oferecendo apoio a iniciativas como esta que, a exemplo de outros Estados, tem apresentado resultados positivos.

Já o presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, José Flávio Farias Barros, afirmou que os recursos servem para continuar com as atividades que já vem dando bons resultados. Defendeu a busca de outros parceiros, a partir da conscientização de outras empresas, para que também dêem sua contribuição. “Vamos fazer um trabalho de sensibilização de outras empresas para se incorporarem a esta iniciativa do governo nesta área”, explicou.

Durante a solenidade, aconteceu exposição de produtos confeccionados por 74 adolescentes privados de liberdade, com os recursos do convênio com a Petrobras, a partir de oficinas de cerâmicas, tecelagem, produtos de limpeza e serviços gráficos. Um grupo de crianças do Projeto Pequeno Davi fez apresentação musical.

A Secretaria do Desenvolvimento Humano apresentou o projeto na linha de trabalhar a comunicação como ferramenta de inclusão social junto aos meios de comunicação, comunicadores, radialistas, jornalistas, educadores, crianças e adolescentes no âmbito das escolas públicas estaduais e municipais. O foco é a importância de trabalhar o Estatuto da Criança e do Adolescente de forma mais adequada, mais fortalecida e, sobretudo, mais participativa.

A meta é atingir 20 mil alunos, que poderão participar das ações sócio-educativas a serem desenvolvidas com o Projeto denominado de “A Comunicação como Ferramenta de Inclusão Social”, a ser posto em pratica pela Secretaria de Desenvolvimento Humano.