João Pessoa
Feed de Notícias

Governo e parceiros assinam termo para projeto de acessibilidade

quarta-feira, 17 de agosto de 2011 - 06:33 - Fotos:  Francisco França/Secom-PB

A partir de dezembro, o Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de João Pessoa e a ONG Assessoria e Consultoria pela Inclusão Social (AC Social), desenvolverá o projeto “Acesso Cidadão – ao lazer, esporte, arte e cultura”, que vai beneficiar portadores de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida por meio de ações que possibilitarão o acesso a atividades artístico-culturais e esportivas a serem realizadas na orla marítima de João Pessoa.

Para desenvolver o projeto, as três instituições assinaram um termo de cooperação, na noite dessa terça-feira (16), em solenidade realizada num palanque armado em frente à Fundação Casa de José Américo (FCJA), onde também ocorreram apresentações de danças com cadeirantes da Funad, Banda Acredite – do Centro de Atividades Especiais Helena Holanda –, e banda Pagode – da Funad. Na ocasião, o governador Ricardo Coutinho foi representado pelo secretário de Estado do Governo, Lindolfo Pires.

Em seu pronunciamento, o secretário Lindolfo Pires destacou o pioneirismo da Paraíba em promover o acesso simultâneo dos portadores de deficiência às atividades de esporte, cultura e lazer, numa demonstração da preocupação do Governo com a inclusão social. “Não se encontra sensibilidade política em grandes obras, mas sim em projetos dessa natureza”, ressaltou, adiantando que não estão sendo investidos milhões de reais no projeto, mas o seu resultado será extraordinário para os beneficiados.

Por sua vez, o prefeito da Capital, Luciano Agra, declarou que a iniciativa, somada a outras realizadas pela prefeitura, confirmam o desenvolvimento de uma política pública voltada para cerca de 15% da população que é portadora de alguma deficiência ou tem mobilidade reduzida. Ele enfatizou que o projeto amplia a ideia de acessibilidade já vivenciada em João Pessoa, citando, como exemplo, a frota de ônibus equipados com elevadores e a política habitacional que destina parte das casas construídas a portadores de deficiência.

Já o presidente da FCJA, Flávio Sátiro, disse que João Pessoa vivia um momento especial, enquanto a coordenadora do projeto, Janete Lins, enfatizou a união das instituições para reverter o processo de exclusão, ao lado da ONG AC Social, cujo presidente, Genilson Machado, agradeceu o apoio à cidadania dos portadores de deficiência.

O projeto – Como objetivo geral, o projeto “Acesso Cidadão – ao lazer, esporte, arte e cultura” proporcionará a acessibilidade das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida desde a Fundação Casa de José Américo até a praia, permitindo o acesso ao conhecimento e ao lazer, possibilitados tanto pelo museu quanto pela prática de esporte na praia, já que a FCJA é localizado à beira mar, na Avenida Cabo Branco.

Ainda são objetivos do projeto aprofundar as relações do Museu Casa de José Américo e a sociedade, capacitar e formar equipes de profissionais especializados no atendimento à pessoa com deficiência nas áreas de saúde, esporte e lazer adaptados; incentivar a participação e integração dos familiares de pessoas com deficiência; assegurar que pessoas com deficiência tenham acesso a locais de eventos esportivos, recreativos, turísticos e culturais e conscientizar sobre a necessidade  de facilitar a vida da pessoa com deficiência.

Haverá ainda a criação de oficinas de surf adaptado, de arte e esculturas na areia, de vôlei sentado e recreativas, como peteca e spiribol, bem como serão promovidas palestras e atividades nas dependências do museu, com projeção de filmes e encenação de teatro de fantoches.

O projeto é multi-institucional, contando com órgãos do Governo do Estado, como a Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad), a Fundação Casa de José Américo e várias secretarias da Prefeitura Municipal de João Pessoa, com a coordenação da Secretaria de Planejamento (Seplan), além da ONG AC Social.