Fale Conosco

6 de março de 2012

Governo e municípios realizam ‘Semana Saúde na Escola’ para combater obesidade



Na Paraíba, 15.118 crianças de zero a 10 anos de idade estavam obesas em 2011, conforme dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan). Só nos dois primeiros meses deste ano, já são 1.635 crianças com sobrepeso. Para ensinar as crianças e adolescentes sobre alimentação saudável e combater a obesidade, as secretarias Estadual e municipais de Saúde e da Educação estão realizando a “Semana Saúde na Escola”, por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), do Governo Federal.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que uma em cada três crianças com idade entre 5 e 9 anos estão com peso acima do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em todo o Brasil. Ainda segundo o levantamento, jovens de 10 a 19 anos com excesso de peso passaram de 3,7%, em 1970, para 21,7%, em 2009.

Em todo o Estado, 193 municípios aderiram ao PSE e, desse total, 152 estão realizando a Semana de Mobilização Saúde na Escola. Só em João Pessoa, são 144 escolas das redes estadual e municipal que, do dia 5 ao dia 9 deste mês, estarão desenvolvendo atividades educativas para mais de 60 mil alunos. Na cidade, todas as 77 Equipes de Saúde da Família pactuadas no termo de Compromisso do PSE participarão da semana de ações.

Durante esses dias, serão realizadas ações como avaliação antropométrica – pela qual os alunos serão pesados, medidos e terão o IMC calculado – e visitas das famílias às Unidades de Saúde, com orientações e apresentação dos programas desenvolvidos. Com os alunos, serão desenvolvidas atividades educativas sobre promoção da alimentação saudável e modos de vida saudáveis, como: montagem do lanche saudável; filme sobre as importâncias de alimentação; dinâmica conhecendo os alimentos; atividades com CD de nutrição divertida e feirinha da alimentação; e atividade com a pirâmide de alimentos.

Em 2011, a obesidade esteve relacionada à morte de 41 pessoas de todas as faixas etárias, só na Paraíba. A gerente executiva de Atenção à Saúde, Patrícia Melo Assunção, ensinou que, para detectar se uma pessoa está com sobrepeso ou obesidade, basta fazer um cálculo simples e saber o percentual do Índice de Massa Corporal (IMC): divide-se o valor do peso pelo valor da altura elevado ao quadrado e, se o número obtido for menor que 18,5, o diagnóstico é abaixo do peso; se for igual a 18,5 ou menor que 25, o diagnóstico é adequado; se for igual a 25 ou menor que 30, o diagnóstico é de sobrepeso; e se o resultado for igual ou maior que 30, o diagnóstico é de obesidade.

Patrícia ressaltou que o Governo do Estado está preocupado com a saúde da população e recomendou que as pessoas que apresentarem sobrepeso ou obesidade realizem consultas médicas e procurem acompanhamento nutricional nas unidades básicas de Saúde ou nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf). De acordo com os dados do Departamento de Atenção Básica (DAB) do Ministério da Saúde, em todo o Estado funcionam 1.231 equipes de Saúde da Família e 102 Nasfs.

Semana Saúde na Escola – A semana de ações acontecerá anualmente, a partir deste ano, com um tema de mobilização nacional. Para 2012, foi escolhido o tema da obesidade. Essa programação é uma parceria entre os ministérios da Saúde e da Educação, direcionada aos escolares e suas famílias, com o objetivo de alertar para a importância das boas condições de saúde no desenvolvimento pleno da criança/adolescente, tanto na escola como na formação da cidadania, visando a aproximação da população com a Atenção Básica à Saúde.

A adesão à Semana Saúde na Escola pode ser feita voluntariamente até o dia 24 de fevereiro pelo Grupo de Trabalho Intersetorial Municipal (GTI-M) do PSE, considerando as parcerias entre a equipe da escola e a equipe de saúde da família (equipes parceiras). Está previsto repasse de incentivo financeiro extra aos municípios visando a continuidade do desenvolvimento das ações com os enfoques da campanha ao longo do ano letivo. O incentivo será repassado de acordo com a quantidade de equipes de saúde da família informadas no Sistema de Monitoramento do PSE (Simec), na aba Semana Saúde na Escola 2012. O valor desse incentivo é de 1/12 da parcela mensal da equipe de saúde da família, cabendo ao GTI-M sua gestão.

Programa Saúde na Escola – O PSE constitui estratégia para a integração e a articulação permanente entre as políticas e ações de educação e de saúde, com a participação da comunidade escolar, envolvendo intersetorialmente as equipes de atenção básica, prioritariamente as equipes de saúde da família, e da educação básica pública. As políticas de saúde e de educação voltadas a crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira , uniram-se para promover o desenvolvimento pleno dos escolares no âmbito da avaliação das condições de saúde, promoção e prevenção às doenças e agravos de saúde, formação de jovens e qualificação permanente dos profissionais de saúde e educação.