Fale Conosco

21 de julho de 2011

Governo e BNB discutem parceria para fortalecer Empreender Paraíba



O Governo do Estado e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) assumiram compromisso para a realização de um convênio para fortalecer a capacidade de crédito do Empreender Paraíba, programa de micro-crédito orientado do Estado. A decisão aconteceu durante reunião na manhã desta quinta-feira (21), no Palácio da Redenção, entre o governador Ricardo Coutinho e o novo presidente do BNB, Jurandir Santiago.

O governador Ricardo Coutinho informou que o Estado trabalha há dois meses na perspectiva de uma parceria entre o Empreender Paraíba e o Banco do Nordeste no sentido de captar mais recursos para o financiamento de projetos que fortaleçam os 25 Arranjos Produtivos Locais (APL) do Estado como agricultura, avicultura, mineração, leite, móveis, calçados, cimentos e indústria automotiva.

Ricardo Coutinho destacou que o investimento do Banco irá ajudar a movimentar ainda mais a economia do Estado com créditos de até R$ 500 mil para cooperativas e associações. “Estamos focados em desenvolver a economia macro com a vinda de grandes empresas, mas desenvolver a economia de baixo para cima e criar uma conformação de desenvolvimento regional integrado. O BNB tem a cara e a alma do Nordeste e podemos nos aproximar mais porque vontade dos dois lados tem. Essa é uma parceria que vai somar muito para os próximos anos”, destacou.

O presidente do BNB, Jurandir Santiago, disse que a reunião foi bastante produtiva por aproximar as ações do Banco do Nordeste com as do Governo da Paraíba na área do micro-crédito e no sentido de fortalecer os APL´s. “Estamos visitando todos os Estados nordestinos para alinharmos as ações e impulsionar a economia da região”.

Jurandir Santiago informou que o Banco desenvolve os programas Credamigo e Agroamigo e a proposta é trabalhar para criar dentro do modelo dessas linhas um orçamento mínimo para financiar projetos do Empreender.

“Vamos discutir como se dará essa parceria com o Empreender para definirmos os papéis do Governo, que entra com a infraestrutura, capacitação e execução do programa, e do Banco, que entra com o financiamento. A ideia é juntar a força do microcrédito produtivo urbano e rural com a força do Empreender Paraíba para dar a condição de dignidade aos pequenos empreendedores e promover a redução definitiva da miséria no Nordeste”, disse.

O presidente do Banco do Nordeste esteve acompanhado dos diretores de desenvolvimento e do superintendente do BNB na Paraíba, Francisco Carlos Cavalcanti. A reunião contou com as presenças dos secretários de Planejamento do Estado, Gustavo Nogueira; Desenvolvimento da Agricultura, Marenilson Batista; Desenvolvimento Econômico e Turismo, Renato Feliciano; Administração, Livânia Farias; a presidente da Cinep, Margarete Cavalcanti; o secretário executivo do Empreender Paraíba, Tássio Pessoa, e os presidentes da Emater, Emepa e Interpa.

Crescimento da economia – O presidente do Banco do Nordeste informou que somente no primeiro semestre deste ano a instituição destinou R$ 367 milhões em crédito na Paraíba, um crescimento de 23% em relação ao mesmo período do ano passado. A expectativa é que no segundo semestre a linha de crescimento continue e alcance R$ 1,1 bilhão de investimento na Paraíba.