Fale Conosco

23 de outubro de 2015

Governo do Estado reforça ações de combate à dengue na Região Metropolitana da Capital



O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Ses), junto aos municípios da Região Metropolitana de João Pessoa (Conde, Santa Rita, Lucena, Alhandra, Bayeux e Cabedelo) promove uma série de ações com o objetivo de reforçar o combate ao mosquito Aedes aegypti. As atividades incluem visitas nos domicílios, palestras educativas nas unidades de saúde, escolas, além de inspeção e tratamento em locais de difícil acesso.

“Levando em consideração que o maior número de criadouros do mosquito está nas residências e é produzido pelo homem, a ideia é trazer a população para esta batalha de combater o mosquito e todo mundo permanecer atento, junto os setores de Vigilância dos seus municípios e também do Estado, pois o trabalho em parceria é uma excelente estratégia de combate ao mosquito”, disse a gerente executiva de Vigilância em Saúde, da Ses, Renata Nóbrega.

De acordo com a programação, em Santa Rita, as ações acontecem por meio do Sistema do Programa Nacional de Controle da Dengue; do fortalecimento da rotina de delimitação de focos, a partir da identificação de caso suspeito, em período não epidêmico e notificação de todo caso suspeito de dengue, incluindo no Sinan Online.

No município do Conde, as atividades ocorrem até esta sexta-feira (23), com palestras educativas em escolas estaduais e municipais e na Associação de Mituaçu. Em Bayeux, a programação foi encerrada nessa quinta-feira (22), por meio de palestras em cinco escolas municipais; em Alhandra, foram realizadas visitas nos domicílios junto com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes Comunitários de Endemias (ACE), nas áreas com maior índice de infestação; palestras educativas em todas as unidades de saúde e nas escolas, com a participação de pais e na Associação dos Trabalhadores Rurais e divulgação com carro de som. Em Lucena, foram promovidas ações educativas e mutirão dos agentes na busca de possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue.

No município de Cabedelo, durante todo o mês de outubro, o Corpo de Bombeiros vai identificar pontos de difícil acesso. Os bombeiros farão atividades de combate ao vetor, priorizando localidades com índice de infestação elevada.