Fale Conosco

24 de julho de 2012

Governo do Estado realiza seminário para discutir emergências em saúde pública



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza nesta quarta (25) e quinta-feira (26) o I Seminário para Discussão das Emergências de Saúde Pública. O evento acontecerá das 8h30 às 17h30 no Hotel Caiçara, em João Pessoa, e reunirá cerca de 150 profissionais de saúde das Gerencias Regionais de Saúde, Vigilância Epidemiológica dos municípios Sede das Regionais, Núcleos Hospitalares de Epidemiologia, Unidades de Pronto Atendimento (UPAS), Saúde Indígena e Saúde Prisional.

A gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares Alves de Almeida, informou que o objetivo do seminário é fortalecer a vigilância para a detecção e notificação imediata dos agravos que constituem o anexo II da portaria 104/MS.  A portaria define as terminologias adotadas em legislação nacional, conforme o disposto no Regulamento Sanitário Internacional 2005 (RSI 2005), e a relação de doenças, agravos e eventos em saúde pública de notificação compulsória em todo o território nacional e estabelece fluxo, critérios, responsabilidades e atribuições aos profissionais e serviços de saúde e o anexo II lista os eventos que se constituem possíveis emergências de saúde pública.

“Todas as ações de vigilância em saúde requerem um tempo oportuno para investigação dos casos e assim proporcionarem as ações imediatas para o controle do agravo”, disse Talita Tavares.

A programação do seminário consta de discussões sobre alguns dos agravos que estão contemplados dentro do anexo II da portaria 104, que contempla as emergências de saúde pública.  Ainda segundo a programação, nesta quarta-feira (25) será abordado o tema “Surto: detecção, investigação e tomada de decisões”, tendo como facilitadoras a epidemiologista Diana Pinto e a doutora em Saúde Pública Jória Guerreiro.

Na quinta-feira (26), no turno da manhã, será abordado o tema Influenza H1N1 pela especialista em Gestão de Sistemas de Serviços de Saúde, Enfermagem no Trabalho e Epidemiologia Daiana Araújo Silva, além de palestra sobre Poliomielite pela mestra em Saúde Pública Dionéia Garcia. No turno da tarde, serão abordados os temas: Doenças Exantemáticas (sarampo) pela mestra em Saúde Pública Vanessa Cristina Locatelli de Souza, e Monitoramento das Doenças Diarreicas pela técnica responsável pelo Núcleo de Doenças Transmissíveis Agudas da SES, Ana Stela Cysneiros Pachá.

De acordo com o Ministério da Saúde, as emergências de saúde pública são eventos que, independente da origem ou fonte, representam ou poderiam representar risco significativo à saúde dos seres humanos. Podem ser exemplificados por algumas doenças infecciosas, desastres naturais, acidentes químicos ou até mesmo bioterrorismo.

Com o objetivo de aprimorar a resposta às situações de emergência em saúde pública no Brasil, o Ministério da Saúde, por intermédio da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), criou o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que tem o objetivo de fortalecer a capacidade do Sistema Nacional de Vigilância em Saúde para identificar precoce e oportunamente emergências em saúde pública, a fim de organizar a adoção de respostas adequadas que reduzam e contenham o risco à saúde da população.