Fale Conosco

7 de maio de 2015

Governo do Estado realiza oficina técnica sobre trabalho infantil



07 05 2015 Evento Trabalho Infantil Fotos Luciana Bessa 15 270x191 - Governo do Estado realiza oficina técnica sobre trabalho infantilO Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), realizou, nesta quinta-feira (7), uma oficina com técnicos de referência do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). O evento, realizado durante todo o dia, foi destinado a representantes e gestores de 19 municípios paraibanos que têm maior incidência de trabalho infantil.

A secretária do Desenvolvimento Humano, Apaecida Ramos de Meneses, fez a abertura da Oficina e destacou que na Paraíba existem mais de 40 mil crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil. Ela ressaltou que o Governo do Estado tem realizado esforços para erradicar a prática como campanhas, monitoramento, oficinas com técnicos que trabalham na rede de proteção a criança e ao adolescente, implantação de disque denúncia estadual para todo tipo de direito violado (Disque 123), Planos de proteção, entre outras ações.

07 05 2015 Evento Trabalho Infantil Fotos Luciana Bessa 28 270x191 - Governo do Estado realiza oficina técnica sobre trabalho infantil“Temos situação de trabalho infantil na agricultura, nas feiras livres, no serviço doméstico, no comércio, além da exploração sexual. O trabalho infantil degrada a condição humana da criança, que tem que estar nas escolas, desenvolvendo o seu potencial lúdico, para que no futuro seja um cidadão de direito, um trabalhador plenamente desenvolvido. Então nesta oficina vamos tirar ações concretas para que esta prática do trabalho infantil na Paraíba seja erradicada”, afirmou.

07 05 2015 Evento Trabalho Infantil Fotos Luciana Bessa 26 270x191 - Governo do Estado realiza oficina técnica sobre trabalho infantilEnfrentamento – Para a secretária de assistência social do município de Queimadas, Terezinha Dantas, uma das grandes dificuldades é a questão cultural. Ela ressaltou que no município existe a prática de crianças trabalhando no comércio da própria família e que estratégias de orientação e sensibilização serão aplicadas pra enfrentar a situação de trabalho infantil.

 “Essas oficinas, com as orientações que são repassadas pela Secretaria de Desenvolvimento Humano, são importantes porque existem muitas informações novas e a gente às vezes acha que está fazendo a coisa certa e algumas vezes não está. E nestes espaços a gente sai fortalecida”, disse.

Também participaram do evento a coordenadora do Fórum Estadual de Trabalho Infantil (Fepeti), Maria Senharinha Ramalho, e o representante do Centro de Referência Estadual de Saúde do Trabalhador (Cerest-PB), Sérgio Roberto. E ainda a gerente executiva da assistência social da Sedh, Patrícia Larrissa, e a gerente de proteção social especial da Sedh, Gabrielle Vasconcelos, além de técnicos da Secretaria que assessoraram o evento.