Fale Conosco

5 de março de 2013

Governo do Estado realiza encontro sobre desenvolvimento sustentável em Monteiro



A Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), por meio do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), realiza o I Encontro Regional do Cariri Ocidental, no auditório do Centro Cultural de Monteiro, nesta quarta-feira (6), a partir das 9h. O objetivo do evento é apresentar o projeto a sociedade e discutir, junto à população, as principais demandas da região para inclusão nas atividades do projeto.

A programação começa com um levantamento das ações que já são desenvolvidas pelo Governo do Estado na região, logo em seguida será apresentado o Procase e suas linhas de ação. No período da tarde, começam os debates e encaminhamentos para a implementação das ações do projeto no Cariri Ocidental. Participaram do encontro lideranças da agricultura familiar (associações, cooperativas e sindicatos), ONGs e entidades de assessoria técnica, órgãos governamentais afins e gestores públicos municipais.

Os encontros também estão previstos para as regiões do Cariri Oriental, em Soledade (14); Seridó Ocidental, em São Mamede (20); Seridó Oriental, em Picuí (22); e no Curimataú, em Remígio (26).

O secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Marenilson Batista, diz sobre a importância de ouvir a sociedade para elencar as prioridades para as regiões. “Nesta etapa do projeto faremos um encontro para cada região prevista, no intuito de discutir e entender com a população local, quais as principais demandas que possam ser incluídas no projeto para gerar o desovolvimento sustentável”, comentou.

O Procase – Resultado de um convênio entre Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura (Fida) e o Governo do Estado, o Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú – Procase tem por objetivo global contribuir para o desenvolvimento rural sustentável nas microrregiões semiáridas da Paraíba, reduzindo os atuais níveis de pobreza rural e fortalecendo as ações de enfrentamento e combate a desertificação. Serão investidos R$ 100 milhões, beneficiando cerca de 18 mil agricultores familiares e empreendedores rurais de 56 municípios.