Fale Conosco

17 de setembro de 2016

Neste sábado: Governo realiza vacinação contra a Raiva Animal



Com o objetivo de imunizar cães e gatos, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realiza neste sábado (17), até às 17h, o ‘Dia D’ da 34ª Campanha de Vacinação contra a Raiva Animal, que acontece em postos de saúde por todo o estado. A meta é imunizar 604.992 animais, sendo 413.079 cães e 191.913 gatos. A Campanha continua por mais 30 dias em todos os municípios da Paraíba.

A aposentada Neuza Rodrigues levou seus três cães, dois poodles e um fox paulistinha,  no início da manhã até o posto de vacinação instalado na SES. Ela falou da importância da população imunizar seus animais. “O casal de poodles tem 14 anos de idade e nunca perdeu um dia de vacinação. A vacina faz bem para os animais e para nós, que ficamos mais tranquilos quanto à saúde dos nossos cães. Quem tem um animal, seja um cão ou gato, tem uma responsabilidade com ele, um cuidado. Trazer os meus cães hoje é uma prova de amor, carinho e cuidado, tanto por eles quanto por minha família, que também fica livre da raiva. Então peço que não deixem de trazer seus animais”, alertou Neuza.

Segundo o chefe do Núcleo de Zoonoses da SES, Francisco de Assis, pelo oitavo ano consecutivo está sendo utilizada a Vacina de Cultivo Celular em cães e gatos. Este tipo de vacina tem uma melhor resposta imunológica, ação mais duradoura e faz parte do Plano de Eliminação da Raiva Humana transmitida por cães e gatos e do Programa Nacional de Imunização, protocolo assinado pelos países latinos, junto à Organização Mundial de Saúde (OMS).

“É importante ressaltar que essa vacina imuniza apenas cães e gatos, ou seja, não adianta vacinar outros animais. Todos os cães e gatos a partir de três meses de idade, que estão em bom estado de saúde, devem receber a vacina, que não tem contra-indicação, nem para fêmeas gestantes, nem para doenças intercorrentes. Vacinando os animais estamos evitando que eles peguem a doença e a transmitam para o homem, ou seja, o objetivo maior de uma campanha dessas é a prevenção e a promoção à saúde da população humana”, explicou Francisco de Assis.

O chefe do Núcleo de Zoonoses disse ainda que o Governo do Estado tem boas expectativas para a Campanha de Vacinação contra a Raiva Animal. “Nossa expectativa é alta, pois há mais de 15 dias nós disponibilizamos vacinas e todos os insumos necessários para todos os municípios da Paraíba, e a maioria vem vacinando seus animais desde então, ou seja, trabalhando nas zonas rurais, áreas de difícil acesso onde hoje não tem posto fixo, os profissionais trabalham com postos volantes, no sistema casa-a-casa, e hoje todos os 223 municípios do estado estão envolvidos na campanha” disse.

Francisco de Assis orientou, ainda, que os cães e gatos vacinados pela primeira vez, independente da idade, devem receber uma dose de reforço após 30 dias. “Através de campanhas de rotina e de intensificação de vacinação, nota-se uma diminuição progressiva no número de casos de raiva em animais e ausência de casos de raiva humana transmitida por cães nos últimos 17 anos. Hoje é o ‘Dia D’, mas os animais podem ser imunizados durante o ano inteiro. Quanto mais rápido o animal for protegido, melhor para o bem estar dele e da família”, orientou.

Cobertura vacinal – Nos últimos dois anos, a Paraíba superou a meta de vacinação, que corresponde a 80% da população canina e felina estimada no Estado. Em 2014, foram vacinados 90,1% dos animais. Já em 2015, 85% dos animais foram vacinados.

A raiva – É uma doença infecciosa aguda, de etiologia viral, transmitida ao homem por meio de mordeduras, arranhaduras, lambedura de mucosas ou pele lesionada por animais raivosos, provocando uma encefalite viral aguda. A doença acomete o sistema nervoso central, levando a óbito em curto espaço de tempo. É letal em aproximadamente 100% dos casos, por ser causada por um vírus mortal, tanto para os homens quanto para os animais. A única forma de evitá-la é a vacinação dos animais.