Fale Conosco

22 de agosto de 2011

Governo do Estado quer implantar Polo de Confecções em Cajazeiras



O  governador Ricardo Coutinho solicitou ao prefeito Carlos Rafael e ao presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, vereador Marcos Barros, a disponibilidade de a Escola Municipal Clotilde Tavares, que se encontra parada, servir para instalação do Polo de Confecções de Cajazeiras. O pedido foi feito durante a solenidade de assinatura dos convênios do Pacto pelo Desenvolvimento Social da Paraíba relacionados aos municípios da 9ª Região Administrativa do Estado, ocorrida no sábado (20).

“Esse polo é importante para a cidade, e eu quero dizer que se o município passar a escola para o Estado, nós o colocaremos para funcionar, para gerar emprego e mão-de-obra, para alavancar o desenvolvimento e para se somar às muitas e muitas outras histórias importantes e positivas que estão sendo construídas aqui dentro”, afirmou o governador, destacando a existência, na região, de arranjo produtivo da carne, do leite, e salientando que é importante haver arranjos produtivos também nas áreas de confecções e têxtil.

Com os olhos no futuro e no desenvolvimento do Estado, o governador disse acreditar nos arranjos produtivos como oportunidade para que as pessoas possam participar e contribuir efetivamente para a melhoria da qualidade de suas vidas. “Esse é um caminho que eu acredito e que é o único possível, porque por mais que a gente queira, as máquinas municipais e estadual não aguentam mais atender as pessoas na necessidade delas em relação aos empregos. É preciso desenvolver a economia para que essas pessoas possam ter muitos empregos à disposição”, comentou.

Caso a Escola Municipal Clotilde Tavares passe para o domínio do Estado, transformando-se em sede do Polo de Confecções, Ricardo Coutinho garantiu que o Governo estará presente, desenvolvendo e investindo no município, o que está acontecendo, por exemplo, em Itaporanga, onde já há um Polo Têxtil que gera, por si só, 1.200 empregos.