Fale Conosco

26 de outubro de 2012

Governo do Estado participa de comissão julgadora do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional



Representando o Governo do Estado, o secretário do Planejamento e Gestão da Paraíba, Gustavo Nogueira, participa da comissão julgadora da edição 2012 do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional: homenagem a Rômulo Almeida. A comissão julgadora do prêmio, composta por autoridades e intelectuais de todo o País, se reuniu nesta quinta-feira (25), na sede do Ministério da Integração Nacional, em Brasília, para a escolha dos premiados.

A premiação foi criada pelo Ministério da Integração Nacional e visa estimular e valorizar a pesquisa e a produção acadêmica sobre o tema do Desenvolvimento Regional.

De acordo com o secretário Gustavo Nogueira, que também é presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais do Planejamento (Conseplan), a premiação tem o intuito de estimular a reflexão sobre o desenvolvimento regional no Brasil. “A ideia da organização do Prêmio é envolver o poder público e a sociedade civil organizada na discussão e na busca de soluções para a diminuição das desigualdades sociais entre as regiões do País”, afirmou o secretário.

Segundo ele, há ainda uma preocupação em promover a equidade no acesso a oportunidades de desenvolvimento, bem como em identificar projetos inovadores, que possam ser implantados e que sejam destinados à dinamização econômica e à inclusão produtiva. “A premiação estimula o debate, a compreensão, a busca de soluções e a produção acadêmica sobre o tema do desenvolvimento regional e sua aplicabilidade em território nacional”, destacou Gustavo Nogueira.

O secretário do Planejamento e Gestão da Paraíba destacou ainda que o Prêmio Celso Furtado também visa à ampliação da base de discussão e implementação da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR).

“Este é um ponto extremamente importante e que está em discussão em todo o Brasil, com a realização das Conferências Estaduais de Desenvolvimento Regional, a exemplo da que realizamos na Paraíba, em parceria com o Ministério da Integração Nacional e constitui uma das etapas da I Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional, que ocorrerá no próximo mês de dezembro, em Brasília”, ressaltou Gustavo Nogueira.

Serão premiados trabalhos em três categorias, definidas com base nas estratégias da PNDR: “I. Produção do Conhecimento Acadêmico”; “II. Práticas Exitosas de Produção” e “III. Gestão Institucional e Projetos Inovadores para Implantação no Território”.

O Prêmio Celso Furtado disponibilizará R$ 200 mil em premiações, além da entrega de Diploma de Reconhecimento de Mérito, na categoria correspondente à inscrição dos premiados. Os prêmios serão entregues durante uma cerimônia que será realizada no próximo dia 5 de dezembro.

A edição deste ano presta uma homenagem economista e professor baiano Rômulo de Almeida, pela importante contribuição para o desenvolvimento socioeconômico, regional e cultural do Brasil.