João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado orienta criadores na produção de ração animal

quarta-feira, 11 de novembro de 2015 - 10:16 - Fotos:  Secom-PB

A Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), está levando a criadores técnicas e estratégias de alimentação para rebanhos caprinos e ovinos no semiárido, em período de prolongadas estiagens. A GU Emepa programou seis eventos durante este mês e na semana passada já realizou a Vitrine Tecnológica no município de Gurjão, no Cariri paraibano, numa ação coordenada pela Estação Experimental de Pendência, em Soledade, acompanhada pelo diretor técnico da Emepa, Manuel Duré.

A Vitrine Tecnológica é um programa que tem por finalidade promover estratégias emergenciais de arraçoamento dos rebanhos em períodos de seca. “O objetivo é facilitar a vida do produtor em período de estiagem, utilizando tecnologias simples e a baixo custo”, explicou o coordenador de Transferência de Tecnologias da Emepa, Daniel Benitez Ojeda.

A atividade objetiva também incentivar e difundir tecnologias consolidadas via pesquisa que poderão servir como alternativa de suporte à base alimentar e nutricional dos rebanhos bovinos, caprinos e ovinos da Paraíba frente à estiagem, garantindo a produção dos rebanhos com diminuição dos custos de produção de leite e carne, além de propiciar a continuação do desenvolvimento socioeconômico do semiárido paraibano mesmo em ano de seca.

A produção animal na região do semiárido do Paraíba tem forte influência do regime pluvial, pois seus sistemas de criação têm como principal recurso alimentar a região da caatinga, fazendo com que em anos de estiagem – como o atual – a oferta de alimentos seja drasticamente reduzida, levando à morte dos rebanhos.

Os técnicos fazem demonstrações práticas e uso de tecnologias relacionadas ao manejo alimentar dos animais com baixo custo e manutenção da produção de leite e carne. Também deram explanações sobre cana de açúcar e mandioca – características do alimento, confecção dos produtos, usos da cana na alimentação animal, utilização de resíduos agroindustriais –, bagaço de cana, resíduo de abacaxi, cevada, sisal e seu uso na alimentação animal e outras alternativas – como cactáceas da caatinga, feno, silagem, buffel seco.

As próximas Vitrines serão realizadas em Cabeceiras no dia 17 deste mês, às 9h; Serra Branca, dia 18, às 9h; Zabelê, dia 24, às 9h; Sumé, dia 25, às 9h e, encerrando a programação, Monteiro, dia 27, às 17h. Estas Vitrines Tecnológicas são ações contempladas no Projeto Emepa-PB/Sudene.