Fale Conosco

27 de maio de 2014

Governo do Estado lembra Dia Mundial Sem Tabaco nesta quarta-feira



O Dia Mundial sem Tabaco é comemorado em 31 de maio. Para lembrar a data, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis, promove nesta quarta-feira (28), das 8h30 ao meio-dia, na área externa do Shopping Tambiá, no centro da capital, diversas ações, como teste de Fargerstrom (analisa o grau de dependência à nicotina); monoximetria (medida da concentração de monóxido de carbono); espirometria (exame do pulmão) e verificação de pressão arterial.

Ainda haverá exposição de peças anatômicas; abordagem e orientações ao fumante; divulgação dos Centros de Tratamento do Fumante e distribuição de material educativo/informativo. “Com essas ações nós queremos prevenir e promover saúde, visando uma melhor qualidade de vida para a população”, disse a chefe do Núcleo de Doenças Não Transmissíveis Agudas, Gerlane Carvalho.

As atividades serão realizadas em parceria com vários órgãos, como a Agência Estadual de Vigilância Sanitária da Paraíba (Agevisa-PB); Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC); Associação Médica da Paraíba (AMPB); Sociedade Paraibana de Pneumologia; Secretaria de Saúde Municipal de João Pessoa (SMS-JP); Liga Acadêmica de Pneumologia da Paraíba (LAP-PB); Fundação de Seguridade Social (GEAP) e Faculdade de Medicina Nova Esperança (Famene).

Tratamento – Na Paraíba, existem hoje 37 Centros de Referência para Tratamento dos Fumantes, onde se pode buscar apoio para se livrar do vício provocado pela nicotina. O serviço é oferecido em Unidades de Saúde da Família; em Centros de Atenção Psicossocial (Caps); Centros de Atenção Integral à Saúde (Cais); Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e Centros de Saúde. Em alguns casos, os pacientes abandonam o cigarro com menos de um mês de acompanhamento.

O tratamento nesses locais é mantido por programa do Ministério da Saúde, que repassa medicamentos ao Estado. Este, por sua vez, é responsável pela qualificação das equipes, monitoramento do trabalho nos centros e pelo encaminhamento do material enviado pelo Ministério. Os municípios entram com a administração das unidades de saúde.

Referências – Os hospitais de referência no Estado no combate aos tipos de câncer relacionados ao uso do tabaco – pulmão, esôfago e laringe – são o Napoleão Laureano; Oncoclínica e Hospital Universitário Lauro Wanderley, em João Pessoa, e Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (Fap) e Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), em Campina Grande.

Dados – O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta – cerca de 1 bilhão e 200 milhões de pessoas – seja de fumantes. De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer, a Paraíba possui hoje 511.480 fumantes e, destes, 99.720 estão em João Pessoa.