João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado lança novo site do Artesanato Paraibano

segunda-feira, 26 de maio de 2014 - 16:03 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho lançou, ao lado da primeira dama do Estado, Pâmela Bório, o novo portal do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP). A solenidade aconteceu na manhã de hoje no Palácio da Redenção. O site, que estava desatualizado desde 2009, foi totalmente reformulado e a nova versão ganhou links de informação e interatividade, sendo um intermediário de vendas entre os artesãos e seus clientes, lojistas e estilistas.

No mundo em que vivemos hoje naturalmente qualquer ciclo econômico precisa usar ferramentas modernas. A internet permite que os artesãos de São João do Tigre, das aldeias indígenas e de tantas outras regiões possam chegar a qualquer parte do mundo, e suas peças sejam expostas e comercializadas. Este é um instrumento que a Paraíba e os artesãos não podem abrir mão, já que hoje eles têm crédito do Empreender com linha de crédito específica, têm feiras e salões permanentes e precisam se modernizar cada vez mais. E esta é uma contribuição que o Programa de Artesanato da Paraíba está dando”, ressaltou o governador.

A coordenadora do PAP e primeira-dama do Estado, a jornalista Pâmela Bório, apresentou as novidades do portal www.artesanato.pb.gov.br. Destaque para o canal de vendas, onde o cliente pode se interessar por fechar uma encomenda e o pedido é encaminhado diretamente para o e-mail do artesão. “Além de ser uma ferramenta informativa, onde o cliente terá acesso a dados sobre o programa e sobre parte do trabalho dessa gestão ligada a essa atividade econômica, o portal também vai ser um canal de vendas dos artesãos. Clientes e lojistas de qualquer parte do Brasil ou de outros países vão poder adquirir um pedaço da Paraíba, que é o artesanato. É algo revolucionário, porque até então isso não acontecia aqui na Paraíba. Além disso, o portal destaca também a interatividade que acontece através da manifestação nas redes sociais, que estão linkadas à página do programa”, explicou.

Pâmela também adiantou que está sendo analisada a possibilidade de implantação de uma nova plataforma de e-commerce para venda das peças do Programa do Artesanato da Paraíba. “A venda dos produtos já está sendo feita pelo site, mas o que a gente está viabilizando é uma proposta melhor, que é um e-commerce, onde as pessoas vão poder adquirir de forma direta, como é feito em muitos outros sites de comércio eletrônico hoje. Ou seja, clica na peça, confirma a compra, já passa o cartão de crédito e espera o produto chegar à sua casa. Estamos avaliando a dimensão jurídica desse processo, porque o Estado não pode aparecer como interventor”, esclareceu.

O novo portal foi desenvolvido em três meses pela Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata). Segundo o presidente da Codata, Krol Jânio, algumas linguagens de programação foram utilizadas para possibilitar uma forma mais fácil e ágil do contato do artesão com o consumidor final. “Reformulamos a busca e assim a visualização vai ficar mais fácil. A pessoa começa a inserir o nome do artesão e já vão aparecer várias sugestões de nomes de outros artesãos, o que também pode ser feito por nome da peça ou por associação. O layout também foi modificado. Pensamos em uma forma de vincular o artesanato para o meio virtual, não apenas como um contato de um site institucional, mas com imagens atuais, criativas, que remetem à nossa arte”, disse.

Artesãos prestigiam evento

 

A sala do Palácio da Redenção onde foi realizada a apresentação ficou lotada, a maioria de artesãos do PAP, que fizeram questão de prestigiar o lançamento do site. A artesã Lia Caju, que transforma mariscos e escamas de peixe em belas flores e acessórios, veio do município de Pitimbu para acompanhar a solenidade. “Essa é uma iniciativa muito boa e inteligente e para ajudar todos nós, artesãos, por isso não poderia deixar de vir prestigiar o lançamento do nosso site. Acredito que agora todo mundo vai ter acesso aos nossos contatos e vamos receber mais encomendas e melhorar nossas vendas”, comentou.

O artesão Williams Souza, de Campina Grande, afirmou que o site do programa do artesanato é muito importante para divulgar e também a própria venda da produção artesanal nos municípios. “Muitos artesãos não sabem como divulgar seus trabalhos e vender os produtos. E Agora terão esse novo espaço. Hoje estou com duas lojas, uma em Campina Grande e outra em Natal, gerando seis empregos diretos e 15 indiretos. Consigo viver do meu próprio negócio”, afirmou o artesão, ressaltando que trabalha há três anos com a confecção de bolsas, carteiras e sandálias e que o negócio decolou quando recebeu um financiamento de R$ 5 mil do Empreender PB.

A gestora do Programa do Artesanato da Paraíba, Ladjane Barbosa, salientou que é um grande avanço retomar o site do PAP, já que agora todas as vendas e divulgação serão feitas com mais praticidade e rapidez. “Hoje nós vivemos em uma época em que o acesso a internet é tudo. Então isso é mais um grande passo para os nossos artesãos, que ajudará tanto na divulgação deles em feiras e eventos, quanto também na própria consulta quando o cliente já compra do artesão e está em busca de novos produtos. Então através desse site ele vai descobrir quem trabalha na Paraíba, por tipologia, por cooperativas e associações e também pelo nome de cada artesão. Esperamos que essa nova ferramenta seja, de fato, uma canal eficaz do artesão com o comércio”, pontuou.