Fale Conosco

7 de abril de 2016

Governo do Estado irá beneficiar Pocinhos com sistemas de dessalinização



A cidade de Pocinhos, no Curimataú paraibano, será o próximo município a ser beneficiado com a instalação de sistemas de dessalinização, que vão permitir que a população disponha de água doce e de qualidade. Duas unidades dessalinizadoras deverão entrar em funcionamento ainda no primeiro semestre deste ano. A construção de mais dois sistemas de dessalinização já está na fase inicial.  Entre os municípios que já foram contemplados estão Serra Branca e Nova Palmeira.

A construção de sistemas de dessalinização faz parte de um convênio do Governo do Estado com o Governo Federal, em contrapartida com as prefeituras de cada município por meio do Programa Água Doce. Serão investidos recursos da ordem de R$ 22 milhões, beneficiando 42 municípios, abrangendo 301 comunidades.

O coordenador do Programa Água Doce na Paraíba, Robi Tabolka, afirmou que os dessalinizadores em Pocinhos irão proporcionar ainda mais qualidade de vida à população. “Pocinhos é um dos municípios que sofrem com a escassez de água no Estado. Portanto, a instalação desses sistemas de dessalinização irá contribuir para o bem-estar da população. A água terá como principais finalidades o consumo humano e animal”, disse.

De acordo com Robi Tabolka, seis unidades dessalinizadoras estão em funcionamento no Estado, beneficiando a população de cidades como Serra Branca, Picuí e Nova Palmeira. “A instalação dessas unidades de dessalinização envolve um sistema complexo, formado por várias etapas, como verificar se a cidade atende aos critérios exigidos pelo Programa Água Doce, averiguar a vazão do poço, por exemplo. Levando em conta todas essas etapas, podemos afirmar que o processo está em estágio satisfatório”, afirmou.

Critérios - Para ser contemplado no programa Água Doce, o município deve estar inserido no Índice de Acesso à Água no Semiárido (ICAA), que leva em conta os seguintes critérios: IDH municipal (Pnud) – dados de 2000; taxa de mortalidade de crianças menores de um ano por mil habitantes por município (datasus) – dados de 2005; pluviometria (mm/ano) –- média histórica de 1961-1990; e intensidade da pobreza – dados de 2000.

Na Paraíba foram diagnosticadas 301 comunidades de 42 municípios, sendo selecionados 159 poços para testes de vazão, visando recuperar ou instalar 93 sistemas de dessalinização. As obras irão beneficiar aproximadamente 37 mil paraibanos.

Processo de dessalinização - A água subterrânea salobra ou salina é captada no poço tubular e armazenada em um reservatório de água bruta.

Em seguida, essa água passa pelo dessalinizador, que utiliza o processo de osmose inversa, processo no qual membranas que funcionam como um filtro de alta potência retiram os sais da água deixando a quantidade aceitável para os padrões de potabilidade.

Após dessalinizada, a água é armazenada em reservatório de água potável para distribuição com a comunidade, e o concentrado é armazenado em um reservatório para ser encaminhado ao tanque de contenção e evaporação.