João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado intensifica cadastro do Programa Tarifa Verde

sexta-feira, 15 de maio de 2015 - 09:40 - Fotos:  Arquivo

O Governo do Estado, por meio da Emater-PB, empresa integrante da Gestão Unificada (GU) Emater/Emepa/Interpa, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), intensificou o cadastramento de agricultores familiares interessados em acessar o Programa Tarifa Verde, que possibilita a redução na tarifa de energia elétrica e melhor uso dos recursos hídricos. A meta é instalar 1.300 kits medidores até o final de 2015, beneficiando igual número de famílias agricultoras.

Segundo o coordenador estadual do Tarifa Verde, Demilson Lemos, para este ano o programa dispõe de recursos da ordem de R$ 1.067.2116,00. Ele explica que a preocupação é quanto a persistência da estiagem, já que o programa trata de áreas de irrigação que exigem disponibilidade hídrica para seu funcionamento.

No período compreendido entre janeiro de 2014 a abril de 2015, a Emater cadastrou famílias agricultoras, em 90 municípios. Foram atendidas 729, com destaque para a região administrativa de Itaporanga, no Alto Sertão, que cadastrou 294 agricultores.

Realizado pela Sedap, em parceria com a Emater, a Energisa e a Secretaria de Estado da Receita, o programa possibilita ao agricultor a redução dos custos de energia elétrica com irrigação de até 73%, utilizando um medidor diferenciado de dupla tarifa, ou seja, quando o uso da irrigação acontecer entre 21h30 às 6h da manhã, o chamado plano “A”, ou entre 2h30 às 11h, denominado plano “B”.

De acordo com o técnico responsável pelo programa no Estado, o engenheiro agrônomo José Marinho de Lima, cabe a empresa de extensão rural divulgar, cadastrar e assistir tecnicamente todos os agricultores beneficiários. Para se integrar ao Tarifa Verde, o agricultor deve se dirigir ao escritório da Emater de seu município. Os critérios exigidos são: apresentação da Declaração de Aptidão/extrato da DAP ao Pronaf, disponibilidade de água em quantidade e qualidade suficiente para atender à demanda hídrica do projeto de irrigação, solos aptos para a tecnologia, além de equipamentos de irrigação instalados ou em fase de instalação.

Na opinião do diretor técnico da Emater, Vlaminck Saraiva, o Tarifa Verde é mais um importante passo para o fortalecimento da agricultura sustentável no Estado.