João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado inaugura simulador de tiro itinerante nesta sexta-feira

quinta-feira, 18 de junho de 2015 - 18:05 - Fotos: 

O Governo do Estado entrega nesta sexta-feira (19), às 19h, no Espaço Cultural, em João Pessoa, a Unidade Itinerante de Treinamento Avançado de Tiro da Polícia Civil da Paraíba/Acadepol. O equipamento é instalado em um caminhão especialmente adaptado para este fim e deverá percorrer todas as regiões do Estado, levando aos policiais paraibanos a oportunidade de reciclarem seus conhecimentos e aprimorarem aptidões no que se refere ao treinamento de tiro.

A Academia de Polícia Civil da Paraíba – Acadepol – é a segunda do país a ter uma Unidade Itinerante de Treinamento Avançado de Tiro. Segundo o diretor administrativo da Instituição, Marcelo Isídio da Silva, o investimento total na unidade itinerante foi de R$ 730 mil, que contemplaram a adaptação do caminhão baú e a implantação do sistema de treinamento avançado de tiro. “Tanto o caminhão baú, quanto sua adaptação e o sistema de treinamento avançado foram adquiridos com recursos de convênio junto ao Governo Federal, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão ligado ao Ministério da Justiça, e contrapartida com Governo do Estado da Paraíba”, destacou.

Com a implantação do sistema de simulador de tiro, tanto o já existente nas dependências da Acadepol, quanto o simulador itinerante, a Paraíba dá um salto à frente no que se refere ao treinamento e aprimoramento de seu efetivo policial. Para se ter uma ideia, o simulador é utilizado pelas melhores forças de segurança do mundo e reduz drasticamente o custo do treinamento para o Estado.

“Essa tecnologia é utilizada em todo o mundo, pelas melhores forças de segurança. Nosso diferencial é a democratização do acesso através da Unidade Itinerante, que atenderá policiais em todo o Estado. Além disso, teremos expressiva redução no custo do treinamento, visto que no montante de um milhão de disparos com munição real o custo alcança em média R$ 3 milhões. No simulador, essa mesma quantidade de disparos tem o custo total de apenas R$ 80 mil”, ressaltou Marcelo Isídio.

O treinamento em ambiente fixo ou itinerante utilizando caminhão baú faz a simulação de tiro com a maior proximidade possível da realidade, o que garante aos policiais treinarem ainda mais a sua capacidade de acertar o alvo desejado e tomar as decisões corretas na hora do conflito. “Trata-se de um sistema embarcado em um caminhão baú customizado onde são projetadas imagens de ambientes que submetem o policial a situações de estresse e decisão, como se estivesse acontecendo na realidade, fazendo-o agir em questão de segundos. Isso possibilita o adestramento para tomada de decisão visando a preservação de vidas. São utilizados armamentos reais adaptados para o sistema com ar comprimido para simulação do recuo dos disparos”, concluiu.