Fale Conosco

15 de março de 2016

Governo do Estado inaugura Escola Livre de Circo neste sábado na Funesc



A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) inaugura, neste sábado (19), a Escola Livre de Circo Djalma Buranhêm. A solenidade de inauguração começa às 20h e tem entrada gratuita, contando com a presença do homenageado, equipe de professores e alunos. A animação da festa fica por conta de uma bandinha circense e performances artísticas.

Instalada ao lado do Teatro de Arena, a Escola livre de Circo tem o objetivo de capacitar pessoas com excelência artística para o exercício das atividades de concepção, produção e execução de espetáculos e números das artes do circo. Os cursos são oferecidos durante todo o ano, contemplando diversas faixas etárias. Entre as modalidades a serem oferecidas estão a manipulação de objetos, acrobacias aéreas, acrobacias, equilíbrio e outros domínios circenses.

Coordenação de circo – No início de 2015 foi instituída oficialmente na Funesc a divisão do setor de artes cênicas em coordenações de teatro, dança e circo. Desde abril do mesmo ano, a coordenação de Circo está sob responsabilidade do artista e produtor cultural Diocélio Barbosa. A partir daí foram desenvolvidas várias atividades de fomento ao circo no Estado, a exemplo dos cursos para iniciantes e iniciados nas artes circenses, oficinas para crianças e edições de férias, além do novo projeto Circo em Família, que permite aos pais participarem das aulas junto aos filhos.

O curso extensivo de circo foi reformulado, ampliando a duração de três meses para nove meses. Agora o aluno terá a oportunidade de um maior aprofundamento no aprendizado das técnicas circenses. O curso terá início no mês de março e sua finalização no mês de dezembro.

Por que uma escola de circo? – A Paraíba atualmente não possui uma escola de circo que seja voltada exclusivamente para a formação e profissionalização em arte circense, que capacite jovens e adultos para o cenário artístico, voltada à reflexão, à experimentação, à descoberta e à preservação das tradições circenses.

A existência de uma instituição destinada ao ensino do circo e a qualificação do profissional circense proporcionará a entrada para o mundo do Circo de jovens e adultos com variada formação e experiências diversas no campo artístico, sem raízes familiares ou artísticas no circo, inaugurando um novo período para esse setor. Um lugar no qual ao mesmo tempo seria herdeiro de processos de formação que até então eram circunscritos ao que se denomina a escola de circo sob a lona.

A Escola Livre de Circo Djalma Buranhêm tem o intuito de formar não apenas para o picadeiro do circo itinerante de lona, mas também para a atuação profissional nos mais diferentes setores e segmentos culturais, diversificando ainda mais as necessidades e demandas que a escola precisa atender.

Faz parte fundamental do projeto político pedagógico da Escola Livre de Circo formar cidadãos na perspectiva de contribuir na ampliação de sua visão cultural, que lhes permitam empregar livre e conscientemente seu senso crítico e sua criatividade em relação aos mais diversos campos da produção cultural e suas transformações.

Homenageado –  Djalma Buranhêm é o nome artístico de Djalma Alves da Cruz, o Palhaço Pirulito, um profissional do circo à moda antiga. Aos 83 anos, faz crer que o riso deve ser um bom remédio contra os sinais inevitáveis do processo de envelhecer. Um rosto jovem e um sorriso fácil, ele passou toda a sua vida dentro do universo mágico do circo.

Terceira geração de uma família circense, seu avô Joaquim Buranhêm era um imigrante português que trouxe em sua mala o tradicional espetáculo “Saltimbanco”, um estilo que se vale de uma linguagem simbólica e é sinônimo de arte itinerante. Djalma afirma que o “circo é uma criança que nunca envelhece”, e perguntado sobre onde nasceu, dá uma boa gargalhada. E quem é de circo tem local de nascimento? Ele conta que “nasceu de passagem em Maceió”. Djalma Buranhêm já foi coordenador das atividades do Circo Escola Pirilampo no Estado.

 

Serviço:

Inauguração da Escola Livre de Circo Djalma Buranhêm da Funesc

Atrações: Bandinha circense e performances artísticas

Data: Sábado (19)

Hora: 20h

Local: Escola Livre de Circo (ao lado da Estação Ciência, Espaço Cultural José Lins do Rego, Rua Abdias Gomes de Almeida, 800, Tambauzinho)

Entrada: Gratuita

Informações: 3211-6225

E-mail: diocelio.circo.funesc@gmail.com