Fale Conosco

26 de agosto de 2015

Governo do Estado inaugura 21º Posto de Coleta de Leite Humano



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Banco de Leite Humano Anita Cabral, inaugurou, nesta quarta-feira (26), o Posto de Coleta de Leite Humano do Hospital Geral de Taperoá. A solenidade integrou as atividades comemorativas da Semana Mundial de Aleitamento Materno, dando continuidade ao fortalecimento da Saúde Materno e Infantil e a redução da sua morbimortalidade, tendo com uma de suas diretrizes a expansão da Rede de Bancos de Leite na Paraíba.

Marcaram presença na inauguração a secretária executiva de Estado da Saúde, Maura Sobreira, a diretora do Banco de Leite Humano Anita Cabral, Thaise Ribeiro, o chefe de Gabinete da SES, Gilmore Lins, o prefeito de Taperoá, Jurandi Gouveia Farias, o secretário municipal de saúde, Jurandi Júnior, o gerente da 6ª Regional de Saúde, Leudo Farias, a diretora geral do Hospital Regional de Patos, Higia Lucena, o diretor da Maternidade Peregrino Filho, em Patos, Odir Pereira, além de outras autoridades.

“Destacamos que a ampliação da Rede de Banco de Leite na Paraíba é reflexo de uma política humanização, que preconiza a atenção de qualidade, a ampliação de acesso e descentralização das ofertas assistenciais. O hospital de Taperoá atuará reforçando a importância do leite materno e fortalecendo a captação para dar suporte às crianças que realmente necessitam”, disse a secretária executiva de Estado da Saúde, Maura Sobreira.

O prefeito de Taperoá, Jurandi Gouveia Farias, fez uma avaliação positiva da inauguração do serviço para a saúde pública da região. “Com esse posto teremos um suporte ainda maior para Taperoá e região. O Governo do Estado não tem medido esforços em oferecer uma saúde e serviços dignos para a população, por este motivo tem minha total parceria”, pontuou.

O novo posto, o 21° do Estado, será referenciado ao Banco de Leite Dra. Vilani Kehrle, que funciona na Maternidade Peregrino Filho, em Patos. O espaço vai beneficiar cerca de 100 mil habitantes de 14 municípios da região. A expectativa é de uma coleta mensal em torno de 20 litros de leite materno, para atender aos leitos de neonatologia da Maternidade, em Patos. O serviço funcionará de segunda a sexta-feira, especialmente, com coleta domiciliar.

O Banco de Leite Dra Vilani Kehrle, de Patos, um dos seis existentes no Estado, é credenciado pelo Programa Ibero-Americano de Bancos de Leite Humano com padrão Ouro, já que a instituição atingiu o padrão de excelência na avaliação da estrutura física, equipamentos, funcionários e nos serviços prestados à população, com pontuação de nível de qualidade entre 90 e 100 pontos.

A dona de casa Maria Alzení, moradora da zona rural de Taperoá teve seu bebê nesta terça-feira (25), na unidade de saúde. O filho nasceu por meio do parto normal. Ela elogiou o serviço oferecido na unidade. “O atendimento é excelente. Em 2010 tive minha outra filha em Campina Grande, pois não havia atendimento na região. Com esse hospital a realidade mudou para melhor”, comemorou.

“A promoção do aleitamento materno traz a redução de mais de um milhão de mortes no mundo e o incentivo na doação de leite materno trará a assistência com qualidade para os bebês prematuros internos nos leitos neonatais do estado. O leite materno doado ultrapassa as características alimentares, para servir como medicamento durante a permanência desses bebês nos hospitais do estado”, disse a diretora do Banco de Leite Anita Cabral, Thaise Ribeiro

Duas vezes por semana, inicialmente, será feito o encaminhamento do leite coletado em Taperoá para Patos, onde o produto passará por análises e testes antes de ser doado aos bebês internos do setor de neonatologia da Maternidade Peregrino Filho. O posto de coleta de Taperoá é uma sala exclusiva para esse serviço dotada de equipamentos com todos os itens necessários para o acolhimento, ordenha da mulher doadora e acondicionamento adequado do leite, com pia, bancada, geladeira duplex, caixas térmicas, birô, cadeira apropriada para o desmame, além de vidros esterilizados.

Para o diretor geral da unidade de saúde, Alex Alexandre Costa Cabral, a inauguração representa um grande avanço na consciência da solidariedade, das pessoas que doam parte de si, para salvar vidas e na unidade hospitalar o avanço é a referência em fazer parte como apoiador do Banco de Leite da Maternidade de Patos, potencializando a região como uma referência.

Rede – A Rede Paraibana de Bancos de Leite Humano conta atualmente com a maior rede de serviços oferecidos à população, ocupando o 1º Lugar na Região Nordeste, com 27 equipamentos, sendo 21 postos de coleta e seis bancos de leite responsáveis pela promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, além da execução da coleta do excedente de produção láctea da nutriz, seu processamento, controle de qualidade e distribuição aos recém-nascidos prematuros e com baixo peso do nosso Estado. Em relação ao Brasil, apenas São Paulo e Minas Gerais, respectivamente, possuem maior número de Postos e Bancos de Leite que a Paraíba.

Ampliação da Rede: De 2011 até 2014, foram inaugurados cinco postos de coleta de leite materno nas cidades de Solânea, Itabaiana, Santa Luzia, Bonito de Santa Fé e Pombal.Além disso,neste ano foi inaugurado o posto de coleta no Hospital Geral de Mamanguape.

Com toda expansão, a Paraíba quase dobrou a coleta de leite materno nos últimos quatro anos, saindo de 4.734 litros de leite coletado, em 2010, para 7.200 litros coletado, em 2014. Dobrou, também, o número de bebês beneficiados com leite pasteurizado pelo banco. Em 2010, foram atendidos 5.029 receptores de leite, enquanto em 2014 foram mais de 11 mil crianças que receberam esse produto.

O leite doado é processado e analisado por laboratórios, certificados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o qual garante a inativação dos protozoários, vírus, fungos e bactérias patogênicas, oferecendo ainda a informação de todas as características físico-químicas, tais como grau de acidez, quantidade de gordura e maturidade do produto. Isso garante que cada receptor atendido receba o leite específico para seu quadro clínico, além disso, esses laboratórios são reconhecidos internacionalmente pela sua excelência em padrão de qualidade.

Rota Domiciliar – Durante a visita domiciliar, a equipe formada por enfermeiros, nutricionistas, técnicos e assistentes sociais, prestam orientação sobre os procedimentos para doação, oferecem os frascos esterilizados para que as mães coletem o leite e, dependendo na necessidade, são recolhidos semanalmente. Em 2010 foram realizadas 6 mil visitas domiciliares, enquanto em 2014, mais de 10.200 casas foram visitadas pela equipe dos bancos e postos de coleta do estado.

Hospital Geral de Taperoá – A unidade de saúde foi inaugurada, em 18 de setembro de 2012. O Governo do Estado investiu na construção do Hospital recursos na ordem de R$ 4.961.015,51 e mais de R$ 2 milhões só em equipamentos. O hospital beneficia mais de 82 mil pessoas dos municípios de Assunção, Soledade, Salgadinho, Livramento, Desterro, Matureia, Teixeira, Tenório, Junco do Seridó, Pararí, São José dos Cordeiros, Taperoá,  Juazeirinho, São João do Sabugi e Cacimba.

O Hospital conta com os serviços de urgência, emergência, clínica médica, clínica cirúrgica, clínica pediátrica, cirurgias eletivas, cirurgias gerais e oftalmológicas. A unidade de saúde conta ainda com laboratórios, sala de Raio X, sala de acolhimento, sala de classificação de risco, área de nutrição, duas salas de parto, entre outras dependências.

Mais de 170 profissionais trabalham na unidade de saúde, em diversas áreas, 24 horas por dia. O hospital atende uma média de 18 mil urgências e emergências e realiza 1.800 internações por ano.