João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado implanta Centro Estadual de Referência da Mulher

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010 - 15:42 - Fotos: 
O Governo da Paraíba oficializou, na tarde desta quinta-feira (23), dois projetos que dão uma nova dimensão às políticas públicas em favor das mulheres. Foi inaugurado o Centro Estadual de Referência da Mulher ‘Fátima Lopes’ e a instalação da Casa Abrigo para Mulheres em Situação de Violência ‘Aryane Thais’. O Centro vai funcionar 24h, de domingo a domingo, nos feriados e também atenderá pelo telefone 0800 095 6465. O equipamento é vinculado à Secretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres. Seu endereço é Avenida Rio Grande do Sul, nº 1111, Bairro dos Estados, por tras do supermercado Extra, em João Pessoa.

O corte da fita e o descerramento da placa de inauguração  foram feitos pela secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Douraci Vieira e familiares das duas mulheres homenageadas, a advogada e defensora pública Fátima Lopes, que morreu em janeiro deste ano em acidente de trânsito e a universitária Ariane Thais.

O Centro Estadual de Referência da Mulher destina-se ao acolhimento e atendimento psicológico de orientação e encaminhamento jurídico e sócio assistencial, realizado por uma equipe multiprofissional, como também, fará o monitoramento e acompanhamento das ações desenvolvidas pelas instituições que compõem a rede de assistências às mulheres.

   A Casa Abrigo para as Mulheres Vitimas de Violência, que não terá seu endereço divulgado para que possa preservar a integridade das pessoas, ofrecerá todo o apoio e encaminhamento às mulheres. As duas iniciativas estão tendo como base a Lei Maria da Penha.

 
De acordo com Douraci Vieira estas ações deveriam ter sido implantadas desde o ano de 2007, mas somente começaram a ser discutidas depois de criada a Secretaria da Mulher, neste atual governo, o que abriu possibilidade de viabilizar projetos junto ao governo federal, garantindo os direitos das mulheres.

Familiares de outras vítimas de violência também participaram do evento. A secretária Douraci Vieira revelou que a partir de agora as mulheres terão um espaço de acolhimento. O atendimento inclui ainda o acomanhamento das mulheres em veículos até à Delegacia da Mulher, com toda a proteção necessária.

O Centro Estadual receberá mulheres de toda a Paraíba vítimas de algum tipo de violência e que precisam de assistência até que elas reestruturem suas vidas, com outras alternativas que incluem até a mudança de endereço dessas mulheres ainclusive para outros estados.

No Tribunal de Justiça da Paraíba foi criado recentemente o Juizado Especializado nos Direitos da Mulher já aprovado pela Assembléia Legislativa e no aguardo de sua instalação.

A advogada Karol Lopes, filha da defensora pública Fátima Lopes, participou da solenidade na companhia de seu pai Carlos e outros familiares. Karol afirmou que a homenagem a sua mãe é merecida por ela ter lutado sempre pelos direitos das mulheres, por uma igualdade de gênero. “Fico muito feliz e agradecida ao governo do Estado através da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres. É um centro que vai abrigar a mulher desamparada que não sabe por onde começar essa batalha e essa luta contra a violência doméstica vai começar por aqui”, declarou.

A Promotora de Justiça da Infância e da Juventude, Soraya Escorel, representou no evento o Procurador Geral de Justiça Oswaldo Trigueiro do Vale Filho. Soraya afirmou que há muito tempo o Centro de Referência da Mulher  era  almejado e agora se concretiza.
O Centro vai ser coordenado pela pedagoga Isa Maria dos Santos. Ela destacou que as mulheres ganham mais um espaço de acompanhamento psicoterápico e jurídico, com encaminhamento para hospitais, PSF, Delegacia da Mulher, além de entidades que trabalham com apoio a mulheres.

De acordo com Verônica Rodrigues, o Centro Estadual de Referência da Mulher já dispõe de dois convênios aprovados, publicados e com recursos já depositados no valor total de R$ 313,8 mil, projetos com duração de um ano. Para a construção da Casa Abrigo serão disponibilizados mais R$ 451,6 mil, recursos já aprovados. Ao final da solenidade Douraci Vieira agradeceu o empenho de toda a equipe e se despediu, já que estava realizando a última ação oficial da Secretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres.

Josélio Carneiro, com fotos de Evandro Pereira, da Secom-PB