Fale Conosco

13 de julho de 2012

Habilitação Social estimula inserção no mercado de trabalho



habilitação socialO Programa Habilitação Social, que disponibiliza acesso gratuito à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), representa mais que uma permissão para dirigir. O benefício, que vai contemplar 3 mil pessoas em todo Estado, também pretende facilitar o acesso ao mercado de trabalho.

A avaliação é do superintendente do Detran-PB, Rodrigo Carvalho. Segundo ele, muitas vagas de emprego deixam de ser preenchidas porque os candidatos não possuem o documento. “Além de ser reconhecida como identidade civil, a Carteira de Habilitação abre portas para o mercado de trabalho”, observa Rodrigo. Do total de vagas oferecidas, nesta primeira etapa, 80% serão destinadas à primeira habilitação e 20% para adição ou mudança de categoria.

Para ter acesso ao documento, cada candidato gasta, em média, R$700. Por meio do programa Habilitação Social, o Governo do Estado, além de dispensar as taxas do Detran, paga pelos serviços dos Centros de Formação de Condutores, bancando totalmente os custos da Carteira Nacional de Habitação para os candidatos contemplados.

Todos os candidatos selecionados serão encaminhados para aulas teóricas e práticas nos 40 Centros de Formação de Condutores que aderiram ao programa. De acordo com o contrato, o pagamento das aulas só será efetuado após a aprovação do candidato em todos os exames aplicados pelo Detran.

Confirmação das inscrições – O prazo para os candidatos confirmarem as informações apresentadas no ato da inscrição online terminou na última sexta-feira (13). Os candidatos selecionados que não apresentaram a documentação comprovando as informações prestadas durante a inscrição online serão eliminados e substituídos pelos que estão no cadastro reserva. Na próxima semana, em data a ser definida, o programa deve divulgar as vagas geradas pelas inscrições não confirmadas. O segundo listão também será disponibilizado no site do programa.

A Habilitação Social atende aos 223 municípios paraibanos que foram divididos em 14 regiões geoadministrativas. Na primeira região, que inclui João Pessoa e mais 13 municípios, foram inscritos 41.550 candidatos. Só na capital, foram 30.080 candidatos.