Fale Conosco

13 de setembro de 2011

Governo do Estado investe R$ 346 mil no Hemocentro da Paraíba



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está investindo R$ 346,2 mil na aquisição de material de laboratório e médico-hospitalar para a melhoria da qualidade dos serviços oferecidos pelo Hemocentro da Paraíba. O resultado da licitação foi divulgado no Diário Oficial do último sábado (10) e traz as 10 empresas vencedoras.

Os materiais são para coleta de sangue e análise laboratorial para garantir a continuidade e a qualidade dos serviços. São produtos como agulha, álcool, cateter, esparadrapo, máscara, microcurveta, pisseta, seringas de plástico, reagentes químicos, tubos de ensaio, tubos de coleta de sangue, luva, algodão, gaze, placa e lanceta.

A diretora geral do Hemocentro da Paraíba, Sandra Sobreia, explicou que a aquisição dos materiais é um procedimento rotineiro sempre executado através de licitação. Ela destacou a preocupação da administração com a qualidade do serviço e está garantindo o abastecimento prolongado com a aquisição dos materiais. “O Governo do Estado está dando muita atenção aos serviços do Hemocentro porque tem consciência da importância desse trabalho para salvar a vida das pessoas”, enfatizou.

São vidas que dependem de uma transfusão, como a da aposentada Elza Maria de Oliveira Almeida, de 60 anos. Ela está fazendo tratamento de quimioterapia contra câncer de mama e sofre de hepatite. “Eu já fui doadora de sangue e esse é um gesto muito importante porque não sabemos do dia de amanhã. Antes eu ajudava quem precisava, hoje sou eu que estou precisando”, afirmou.

Os contratos com as empresas vencedoras da licitação serão encaminhados para a procuradoria Geral do Estado onde serão registrados. Os pedidos de fornecimento serão, então, empenhados e assinados para que seja feita a entrega das mercadorias.

No último mês de agosto, o Hemocentro da Paraíba realizou a campanha “Pai doador, pai de muitos filhos”, em homenagem ao mês dos pais e verificou um aumento de 8,21% na quantidade de doadores, de 3.652 em 2010 para 3.952, neste ano.