João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado entrega Unidade de Polícia Solidária Móvel a moradores do Bessa

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016 - 12:50 - Fotos:  Wagner Varela

Os moradores do bairro do Bessa, em João Pessoa, têm agora uma Unidade de Polícia Solidária Móvel, que foi posta em funcionamento pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

A UPS Móvel do Bessa é composta por um ônibus adaptado e três motocicletas, equipamentos que permitem à PM atuar ao mesmo tempo em vários pontos da comunidade.

A entrega ocorreu na segunda-feira (21) e atendeu a uma reivindicação feita ao governador Ricardo Coutinho pela Associação de Moradores e Comerciantes da região. O objetivo do policiamento via UPS é aproximar a comunidade da corporação, fazendo com que haja colaboração e reciprocidade, o que ajuda a reduzir índices de violência.

A UPS chega ao Bessa para reforçar um trabalho que já existe com uma equipe da Polícia Militar que trabalha 24 horas e mais uma de apoio.

“Essa UPS tem o mesmo conceito, o mesmo objetivo de uma UPS fixa, que é buscar a aproximação com a comunidade. Porém, essa mobilidade vai ampliar as condições de patrulhamento, de dar segurança à comunidade”, avaliou o coronel Lamark Donato, comandante do 1º BPM.

Segundo o militar uma das qualidades desse tipo de policiamento é colocar o policial presente sempre que houver necessidade. “Por exemplo, sabemos que na Praça do Caju há pessoas praticando atividades físicas no fim da tarde. Então, o nosso policiamento estará lá para dar segurança. Enquanto isso, as três motocicletas, que integram a UPS Móvel, seguem patrulhando outras áreas do bairro. Isso representa uma multiplicação enorme – e bem sucedida – de esforços no combate ao crime”, pontuou.

Polícia e comunidade – Ainda de acordo com o comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar, a Unidade de Polícia Solidária Móvel, além de estreitar o relacionamento entre a polícia e a comunidade, atuará no auxílio de outras demandas. “Esse conceito é de cidadania ampla e prestação de serviço. Se, por exemplo, em algum ponto do Bessa, houver falhas na iluminação, vamos nos empenhar para que o problema seja solucionado por quem compete”, disse.

O coronel Lamark enfatizou que mais de 85% das ocorrências policiais registradas no bairro do Bessa são compostas por roubos simples. “São aqueles roubos de ocasião, nos quais um suspeito aproveita a oportunidade e rouba a bolsa de alguém. Não temos dúvidas de que esse modelo de policiamento irá inibir consideravelmente esse tipo de ação, porque que vamos usar o fator surpresa”, finalizou.