João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado entrega Centro de Artesanato de Tambaú

domingo, 5 de agosto de 2012 - 19:24 - Fotos: 

Foto: Francisco França/Secom-PB

Artesãos, paraibanos e turistas compareceram neste domingo (5) à inauguração do novo Centro de Artesanato de Tambaú. A solenidade fez parte das comemorações do Governo do Estado pelo aniversário da cidade de João Pessoa, que completou 427 anos, e foi presidida pelo governador Ricardo Coutinho, com grande participação da população, presença de autoridades e apresentações culturais na orla marítima de Tambaú.

Antes, o governador marcou presença na tradicional procissão com a imagem de Nossa Senhora das Neves, padroeira da cidade, pelas ruas do Centro, saindo e retornado à Catedral homônima. Em seguida, compareceu à solenidade no novo Centro de Artesanato de Tambaú, oficialmente entregue com o desenlace da fita e descerramento da placa de inauguração. Na mesma festividade, foi descerrada a placa da reurbanização do entorno do prédio da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur).

Ricardo Coutinho começou seu discurso dizendo que tinha noção exata do que significava aquele espaço, uma vez que sua reconstrução fazia parte de seus planos desde a época em que revitalizou vários aparelhos da orla marítima, quando esteve à frente da Prefeitura de João Pessoa. “Nasci em João Pessoa e morei aqui próximo durante muito tempo. Eu olhava para cá e me parecia simples tornar esses locais espaços de convivência agradáveis para a coletividade, que é o mais importante”, afirmou.

Foto: Francisco França/Secom-PB

Acompanhado pela primeira-dama e coordenadora do Programa de Artesanato da Paraíba, Pâmela Bório, o governador cumprimentou os artesãos e lojistas presentes. Eles conversaram com uma senhora em especial, Maria Siqueira de Oliveira – a mais antiga lojista ocupante do Centro de Artesanato –, que está no local desde a inauguração, em 1973. Dona Maria era só alegria. “Isso aqui está lindo. É o céu. Se céu existir, e creio que existe, é isso. Estou amando tudo”, disse.

A gestora do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), Ladjane Barbosa, presente ao evento, afirmou que o programa irá gerir o local, juntamente com os artesãos. Dentre os lojistas do Centro de Artesanato de Tambaú, seis estão cadastrados no PAP. Ladjane Barbosa lembrou que o novo regimento prevê a comercialização apenas de produtos 100% paraibanos. “Todos já estão sabendo disso e a decisão foi bem recebida. Hoje em dia, todos, artesãos e população, já perceberam a valorização do artesanato paraibano”.

A artesã Eva Gomes, cadastrada no PAP, faz e comercializa produtos de renda e bonecas de pano. “Achei o local ótimo. É ventilado, há bastante espaço para nossos produtos e vejo que daqui para frente só tende a melhorar. Hoje mesmo viemos apenas arrumar a loja, mas as pessoas foram chegando e já começamos a vender”, disse Eva, lojista do Centro de Artesanato de Tambaú já há 12 anos.

Foto: Francisco França/Secom-PB

A presidente da Associação dos Comerciantes e Artesãos do Centro de Artesanato de Tambaú, Vauner Azevedo, disse que, em nome de todos os lojistas, se sentia muito feliz com aquele momento. “É um instante singular e importante na vida dos artesãos. Ficamos por tanto tempo em más condições e hoje agradecemos ao Governo do Estado, à PBTur e a todos os envolvidos pelo empenho. O turismo só tem a ganhar com essa atitude”.

O gestor da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), Ricardo Barbosa, destacou o compromisso do governo. “Neste governo, obra tem data para começar e terminar. Em exatos 80 dias, completados hoje, construímos essa obra, paralisada há anos”, relatou.

No evento, ainda estiveram presentes o presidente do Sebrae/PB, Júlio Rafael; a ex-primeira dama e ex-coordenadora do Programa de Artesanato da Paraíba, Silvia Cunha Lima; o secretário de Estado da Cultura, Chico César; o secretário de Estado da Educação, Harrisson Targino; e a presidente da Fundação Espaço Cultural da Paraíba, Lu Maia Bezerra.

Foto: Francisco França/Secom-PB

Após a solenidade de inauguração, o evento prosseguiu com as apresentações culturais da orquestra infantil do Prima (Programa de Inclusão através da Música e das Artes), do coral da ONG “Uma nota musical que salva”, do Grupo Folclórico do Sesc, e foi encerrado com o concerto da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba.