João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado entrega Central de Bordadeiras em Alagoa Nova

terça-feira, 31 de março de 2015 - 10:17 - Fotos:  Secom-PB

Produzir e vender peças artesanais com bordados ficou mais fácil para 53 artesãs de Alagoa Nova, que há mais de 10 anos apostavam no sonho de ter uma estrutura própria para ampliar as vendas no mercado local, com a entrega da Central de Bordadeiras pelo Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar e Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que investiram R$ 293,3 mil.

Na inauguração, a presidente da Cooperativa das Bordadeiras de Alagoa Nova, Ana Glória dos Santos, destacou que a entrega do equipamento é um motivo de alegria pela realização de um sonho que virou realidade pelas mãos do Governo do Estado e outros parceiros. “Hoje é dia de alegria. Não tenho palavras para agradecer a grandiosidade desse gesto”, disse.

Ela lembrou a trajetória que as artesãs galgaram, desde a aquisição do terreno, doado pelo poder público municipal, à construção da obra, que fica situada na entrada de Alagoa Nova, às margens da rodovia. “Continuaremos buscando as parcerias, pois uma andorinha só não faz verão. Não basta fazer o artesanato, temos que vender”, informou.

O gestor do Cooperar, Roberto Vital, lembrou que o protagonismo feminino foi determinante para atingir os resultados alcançados nos últimos quatro anos com a parceria do Banco Mundial, onde mais de 500 projetos foram implantados, dos quais, 200 são produtivos. “Esse governo tem foco na agricultura familiar e acredita, confia, no potencial das mulheres”, destacou.

Ele lembrou que no novo convênio com o Banco Mundial, previsto para ser iniciado no segundo semestre deste ano, as portas do Cooperar também estarão abertas para as mulheres, a fim de construir um futuro com mais dignidade.

A gestora do Programa de Artesanato da Paraíba, Lu Maia, representando o governador Ricardo Coutinho na solenidade, disse que via ali um espetáculo de parceria, pois é importante somar as forças para sair fortalecido. “As parcerias são fundamentais. Elas vêm consolidar o nosso programa que é incentivar o desenvolvimento econômico dos artesãos”.

Ela destacou a participação das bordadeiras de Alagoa Nova que têm um trabalho visto por pessoas do mundo inteiro e que é preciso ter produtos com qualidade estética e cultural. “A produção artesanal tem que trazer a história daquele lugar e Alagoa Nova tem esse tipo de produto”, lembrou.

Com os investimentos pelo Governo do Estado e BNDES foi possível construir uma central de produção e venda, como também fazer a aquisição de insumos necessários à produção artesanal, como máquinas de costura, armários, ferro industrial, entre outros.

A Central de Bordadeiras de Alagoa Nova faz parte dos 33 projetos dos Arranjos Produtivos Locais em execução, em diversos ramos de atividade, como apicultura, fruticultura, artesanato, mandiocultura, piscicultura, entre outros.

A solenidade de inauguração contou ainda com a participação do vice-prefeito do município, Walfredo Leal Costa Júnior; da secretária executiva da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido, Mali Trevas; da técnica do escritório regional do Sebrae em Campina Grande, Rosa Maria, além de vereadores do município.