João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado e MP lançam campanha de prevenção a KPC e outras infecções

terça-feira, 2 de agosto de 2011 - 19:07 - Fotos: 

Lançamento da campanha aconteceu no auditório do Crest. Foto: João Francisco/Secom-PB

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), e o Ministério Público Estadual lançaram oficialmente, nesta terça-feira (2), a campanha estadual de incentivo à lavagem das mãos como forma eficaz de prevenção e controle das infecções nos serviços de saúde, inclusive a KPC. A solenidade aconteceu no auditório do Centro de Referência de Saúde do Trabalhador (Cerest) e contou com a presença do secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Souza, do promotor da saúde do Ministério Público, João Geraldo, da gerente de Vigilância em Saúde da SES, Júlia Vaz, e do coordenador da Vigilância Sanitária de João Pessoa, Ivanildo Brasileiro.

Durante a solenidade, o secretário Waldson Dias falou da importância da campanha e da parceria firmada com o Ministério Público. Ele afirmou que o trabalho em parceria, o diálogo e o entendimento são saídas para a solução de vários problemas, não só na área de saúde. O secretário explicou que o Governo do Estado vem fazendo a sua parte, principalmente com relação à KPC. Waldson Dias afirmou ainda que as comissões de infecção hospitalar dos hospitais públicos estão sendo reestruturadas e a saúde vem realizando outras ações no campo da Vigilância em Saúde, combate e prevenção às doenças, em parceria com os municípios paraibanos que, segundo o secretário, são os que produzem a saúde.

“O gestor público não deve ser preocupar apenas com a parte física e orçamentária, é preciso que se invista nos campos da qualificação, prevenção e educação e no desenvolvimento de ações e projetos voltados para a melhoria da saúde da população paraibana”, disse. Ele acrescentou que uma campanha como esta é simples, mas de grande importância para a prevenção, controle e combate às infecções, e que cada um deve fazer a sua parte. De acordo com ele, a Paraíba possuiu hoje uma rede pública hospitalar composta de 31 unidades estaduais; o restante é municipal ou filantrópico, sem contar a com a rede privada.

O promotor de saúde do Ministério Público Estadual, João Geraldo, destacou a parceria firmada entre o MP e o Governo do Estado. “Tivemos apoio em todas as reivindicações solicitadas”, disse. Com relação à campanha, João Geraldo disse que o ato de lavar as mãos é uma ação simples, mas de grande importância para a saúde pública do Estado.