Fale Conosco

7 de outubro de 2011

Estado e Ministério da Integração inspecionam Várzeas de Sousa



Inspeção Ministério da Integração ao canal varzeas de Sousa foto Antonio David (3)Representantes do Governo do Estado e do Ministério da Integração Nacional realizaram nesta quinta-feira (5) uma visita técnica no canal das Várzeas de Sousa. O objetivo da inspeção foi fazer um levantamento das necessidades técnicas para revitalização das obras.

A visita técnica foi realizada pelo engenheiro civil do Ministério, Victor Hugo Ribeiro; o gerente de Irrigação da Paraíba, órgão ligado à Secretaria dos Recursos Hídricos do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, Demilson Lemos, e o engenheiro Haroldo Vanderley, responsável pelas obras. Eles percorreram os 37 km de extensão do canal, que se inicia no açude Coremas-Mãe D’ água e vai até o projeto Várzeas de Sousa.

Em todo o percurso, foram encontrados problemas de funcionamento, vertedouros com vegetação, placas danificadas e aproximadamente 90 pontos de captação clandestina de água do canal sendo feita por produtores rurais. Pequenos açudes estão sendo construídos ao longo do canal.

Inspeção Ministério da Integração ao canal varzeas de Sousa foto Antonio David (5)Para o representante do Ministério, o Governo da Paraíba tem demonstrado grande interesse na expansão do Projeto Várzeas de Sousa. “Vamos fazer o levantamento para a liberação de verba. Nossa visita foi uma solicitação do governo paraibano que sempre nos procura para solucionar problemas, não somente desse empreendimento, mas de outros setores”, disse Victor.

O engenheiro do Ministério da Integração Nacional informou que vai elaborar relatório sobre a situação e encaminhar ao secretário Nacional de Irrigação, Ramon Rodrigues, e ao ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra. O relatório sobre a situação do canal também será entregue secretário de Estado dos Recursos Hídricos, João Azevedo, e vai subsidiar a liberação de verba federal para obras de recuperação do canal que, segundo ele, deverá ser liberada no próximo ano.