Fale Conosco

9 de junho de 2014

Governo do Estado e ANA discutem capacidade hídrica do açude Boqueirão



O açude Epitácio Pessoa voltou à pauta de reuniões entre o Governo do Estado e a Agência Nacional das Águas (ANA). Conhecido popularmente como Boqueirão, o reservatório está com 31,6% de sua capacidade, ou seja, 130 milhões de metros cúbicos, números que podem exigir medidas preventivas para garantir a segurança hídrica da população. Na última sexta-feira (6), dirigentes da ANA estiveram na capital paraibana para discutir quais ações podem ser adotadas.

Foi uma reunião com foco no trabalho preventivo. Avaliamos o nível da barragem, as recargas que aconteceram esse ano e identificamos alternativas para manter o nível da barragem por mais tempo. Até o momento estas ações ainda não foram definidas, mas após uma reunião por teleconferência que acontecerá na próxima semana, algumas medidas podem ser anunciadas”, informou o secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Ciência e Tecnologia (Semarhct), João Azevedo Lins, após o encontro.

O presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), João Vicente Machado Sobrinho, informou que está fazendo um estudo detalhado, em parceria com a Cagepa, no intuito de descobrir quais as medidas mais adequadas para que não falte água em Campina Grande e cidades vizinhas. “Quando se cuida das coisas preventivamente, as medidas curativas são menos dolorosas”, comentou.

Para o presidente da ANA, Vicente Andreu Guillo, é importante trabalhar buscando antecipar possíveis situações que possam ocorrer. “Pensar como estará o cenário hídrico futuramente para garantir agora a segurança hídrica da população”, concluiu.