João Pessoa
Feed de Notícias

Governo do Estado disponibiliza atendimento médico para participantes do IGF

segunda-feira, 9 de novembro de 2015 - 15:54 - Fotos:  Ricardo Puppe

O Governo do Estado está disponibilizando vários serviços para os participantes da 10ª edição do Fórum de Governança da Internet (IGF), que acontece até o próximo dia 13 no Centro de Convenções de João Pessoa. Desde domingo (8), equipes de saúde coordenadas pela Gerência Executiva de Vigilância em Saúde e Coordenação de Urgência e Emergência da Secretaria de Estado da Saúde (SES) estão prestando atendimento às pessoas que necessitam de algum tipo de assistência médica. No domingo foram atendidas cinco pessoas; e nesta segunda-feira, logo no início da manhã, foram quatro atendimentos. Os principais problemas, até agora, são dores de cabeça e de dente, febre, hipoglicemia e estomacais.

Para prestar assistência aos participantes do IGF, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, está disponibilizando três ambientes, sendo um consultório médico; uma Unidade de Pronto Atendimento com dois leitos e outro ambiente com mais oito leitos, com desfibrilador, monitor cardíaco, respirador mecânico e carro de parada respiratória.

“Todo este aparato nos permite estabilizar os pacientes mais graves, para, em seguida, encaminhá-los para algum hospital da cidade, em uma das ambulâncias disponibilizadas para o evento”, explicou a coordenadora de Urgência e Emergência da SES, Rafaella Keyla.

Ela explicou que são quatro ambulâncias, sendo uma do Corpo de Bombeiros, uma do Governo do Estado e duas do Samu (uma de suporte avançado e uma de suporte básico). A equipe é composta por dois médicos plantonistas, dois enfermeiros, dois técnicos em enfermagem, além de oito profissionais do Samu, sendo um médico, um enfermeiro, um técnico, dois condutores e três do administrativo.

Além disso, hospitais da capital estão com leitos de retaguarda para receber os participantes do evento internacional, caso haja necessidade. O Hospital de Emergência e Trauma (um leito clínico e um de UTI); o Ortotrauma, de Mangabeira (um na ortopedia e um na UTI); Hospital Santa Isabel (um clínico e um de UTI); Hospital do Valentina (um leito clínico e um pediátrico); Maternidades Frei Damião e Cândida Vargas (um leito, cada uma), UPAs de Manaíra e do Valentina (um leito de observação, em cada uma), PASM, de Mangabeira (um leito) e ainda tem disponíveis os serviços de referência, Unidade de Saúde das Praias e o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) da Torre.

A SES ainda está colocando de plantão, por 24 horas, equipes de urgência e emergência e vigilância em saúde, com coordenador da área médica.  Após o horário do evento, todas as solicitações serão via 192 (Samu). 

A servidora pública do Ministério das Comunicações, Luana Carneiro, procurou o posto médico do evento porque sentiu enjoo e fraqueza. Foi medicada e liberada em seguida. “Este serviço é ótimo e necessário. Fui atendida de forma rápida por pessoas super atenciosas, o que nos dá uma grande segurança e um acolhimento, principalmente pra quem é de fora e não conhece nada por aqui”, comentou a brasiliense.

Para o médico do Trauma, Thiago Carvalho, trabalhar no evento é uma experiência enriquecedora. “É gratificante porque entramos em contato com outras culturas, outros perfis, por meio da assistência, e isso agrega e muito ao conhecimento do profissional`, disse.