Fale Conosco

17 de outubro de 2012

Governo do Estado disponibiliza 300 vagas para Projovem Trabalhador



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano da Paraíba (Sedh), disponibiliza 300 vagas para cursos profissionalizantes do Programa Projovem Trabalhador: Juventude Cidadã. As inscrições começam na tarde desta quarta-feira (17) na Casa da Cidadania de Mangabeira, localizada próximo ao Mercado Público do bairro e vão até sexta-feira (19).

Os cursos são de Telemática com 100 vagas, Turismo/hospitalidade também com 100 e Alimentação com mais 100 vagas. Os cursos  profissionalizantes terão duração de 350 horas/aula e serão ministrados no Restaurante Popular, localizado na rua Rita Xavier, em Mangabeira.

O Projovem Trabalhador é uma ação do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), que coordena o programa que beneficiará 7 mil jovens de mais de 80 municípios paraibanos.

O principal objetivo é inserir as pessoas de faixa etária entre 18 e 29 anos de idade no mercado de trabalho.

Pré-requisito – Para participar do programa de qualificação, os interessados devem ter entre 18 e 29 anos de idade, renda familiar de um salário mínimo e está frequentando a escola ou concluído o ensino médio.

Também podem fazer as inscrições, os jovens em situação de desemprego, que tenha concluído o ensino médio.

Ajuda de custo– Os jovens que participarem do curso terão direito a R$ 100, a cada mês, totalizando R$ 600 ao final do curso. Para ter direito ao auxílio, o jovem precisa ter cumprido 75% de frequência mensal no curso.

Também será fornecido lanche, além de fardamento e material didático. O curso terá duração de seis meses, totalizando carga horária de 350 horas, dividida entre formação profissional e social, aula com direito a certificação no final do curso.

Documentação – Para a inscrição, será necessário levar certidão de nascimento ou RG, CPF (situação regular), NIS (Número de Identificação Social), título de eleitor e comprovante de escolaridade. Quem tem carteira de reservista e carteira de trabalho também deve levar todas as cópias com a documentação.