João Pessoa
Feed de Notícias

Governo disponibiliza vacinação contra gripe para funcionários da saúde

terça-feira, 19 de maio de 2015 - 09:35 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Núcleo de Imunização, realiza a vacinação contra a gripe para funcionários da Saúde. A ação ficará disponível até a próxima sexta-feira (22), das 9h às 17h. A meta é vacinar, no mínimo, 80% dos servidores da SES.

De acordo com a chefe do Núcleo de Imunização da Secretaria, Isiane Queiroga, todos os anos é disponibilizado um posto de vacinação exclusivamente para os funcionários. “A nossa intenção é facilitar a vida das pessoas que aqui trabalham, para que elas tenham a oportunidade de tomar a vacina sem precisar se ausentarem das atividades”, disse.

Isiane ressaltou que a ação foi planejada para que não houvesse empecilhos. “Nós fazemos um cronograma com os enfermeiros daqui do setor para que todos os servidores sejam beneficiados. O ideal é que 100% deles sejam vacinados”, alertou.

Ernane Figueiredo, 61 anos, do Núcleo de Especificação e Padronização de Materiais e Equipamentos da SES, foi um dos primeiros funcionários a chegar ao posto de vacinação para os funcionários. Ele falou sobre a eficácia da vacina. “A vacina contra a gripe foi um santo remédio. Há uns três anos, desde que eu comecei a tomar a vacina, que não sei mais o que é ficar gripado. Inclusive, até a coriza e rinite alérgica diminuíram consideravelmente. Por isso, aconselho demais a população a procurar a vacina. Ela é muito boa, eficaz, não apresenta reação, e os profissionais que aplicam aqui são maravilhosos”, disse Ernane.

Campanha no Estado – A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 2015 teve início no dia 4 de maio e vai até dia 22. De acordo com o Núcleo de Imunização da SES, até o momento 275.585 pessoas foram vacinadas contra a gripe na Paraíba.

A meta da campanha é imunizar 80% da população de 939.009 pessoas, entre crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes (em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores de saúde; população indígena; idosos (a partir dos 60 anos); população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a exemplo de hipertensão, diabetes, doenças cardíacas e respiratórias.  O público-alvo deverá levar o cartão de vacinação.

“Vacina não falta. Por isso, a gente pede que os municípios façam o trabalho de busca ativa das pessoas que ainda não foram vacinadas e que as pessoas procurem a unidade de saúde mais próxima até sexta-feira (22) para se imunizar contra a gripe”, finalizou Isiane Queiroga.