João Pessoa
Feed de Notícias

Governo discute questões do adolescente na convivência familiar e comunitária

quarta-feira, 19 de julho de 2017 - 17:32 - Fotos:  Divulgação

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), e o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente (CEDCA), em parceria com a Rede Margaridas Pró-Crianças e Adolescentes (Remar) e entidades que tratam da temática da criança e adolescente realizaram, nesta quarta-feira (19), o Seminário Estadual “Convivência Familiar e Comunitária: entre a realidade e as diretrizes”.

Segundo a técnica de referência da Alta Complexidade, Wenia Lisboa, “o evento integra as ações do Plano Estadual de Defesa, Proteção e Promoção do Direito de Criança e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária, e tem como objetivo publicizar o Plano, e dar continuidade a um dos eixos desse plano, que é o da metodologia do trabalho com as famílias, num processo de formação continuada”.

Um dos momentos de destaque foi o grupo de trabalho que reuniu crianças com até 11 anos, adolescentes de instituições de acolhimento e outros em cumprimento de medidas socioeducativas em meio fechado, que discutiram as questões relacionadas as suas realidades. As conclusões do grupo foram apresentadas no plenário.

Para gerente de Proteção Especial da Sedh, Waleska Ramalho, “o trabalho de garantir os direitos de crianças e adolescentes precisa de militantes, já que faltam braços para a luta de garantia desses direitos. É um trabalho feito por profissionais que se entregam diuturnamente no enfrentamento das lutas em defesa de crianças e adolescentes”.

Já Raum Batista, representante da Associação Terra dos Homens, enalteceu o trabalho feito na Paraíba no que diz respeito à aplicabilidade do Plano. “O Estado se destaca dentro do Movimento em defesa das crianças e adolescentes, pelo trabalho articulado entre as instituições que desenvolve, demonstrado através do monitoramento do Plano. A Paraíba é referência em fazer o Plano acontecer”, elogiou.