João Pessoa
Feed de Notícias

Governo discute importância da energia solar na agricultura familiar

quarta-feira, 17 de agosto de 2016 - 17:28 - Fotos:  Secom PB

A utilização de energia solar na produção agropecuária poderá aumentar a renda das famílias agricultoras paraibanas, transformando a economia do Estado e contribuindo para a contratação de outros profissionais para atuar na área. A importância desta fonte de energia foi debatida na manhã desta quarta-feira (17) em Itabaiana, durante o 1° Workshop de Energia Sustentável para Agricultura na Paraíba, numa promoção do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca e da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater.

Na abertura do evento, o secretário do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, Rômulo Montenegro, destacou a importância da energia solar para o desenvolvimento econômico da Paraíba. Já o presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, disse que este programa é prioridade de governo e que, devido a participação de técnicos e agricultores no evento, demonstrava o interesse por sua execução e que estava encantado com a realização do workshop ajudando na economia do Estado.

O funcionamento do sistema é simples. O raio solar é transformado em eletricidade quando entra em contato com os painéis fotovoltaicos. A implantação da energia solar na agricultura pode segurar o homem no campo, estimulando ainda mais a agricultura familiar no Estado. “Nossa intenção é ampliar a oportunidade no campo, já que a agricultura familiar emprega muita gente”, afirmou Nivaldo Magalhães na abertura do evento.

Ainda na abertura do evento, houve a assinatura do primeiro projeto no Estado da Paraíba. O primeiro passo para os produtores acessarem o crédito do Pronaf  ECI é procurar  a entidade de assistência técnica e extensão rural do município para obter a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e elaborar o projeto.

O evento contou ainda com a presença do diretor técnico da Emater-GU, Vlaminck Paiva Saraiva, do diretor técnico da Emepa-GU, Manuel Duré, do coordenador de operações da Emater-GU, Alexandre Alfredo, do gerente executivo do Banco do Nordeste na Paraíba, Silvio Carvalho, do coordenador regional da Emater-Gu em Itaiabana, Paulo Emilio, entre outras autoridades.