João Pessoa
Feed de Notícias

Governo discute atenção primária e alta complexidade no interior da PB

terça-feira, 7 de junho de 2011 - 11:49 - Fotos: 

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES) está visitando todas as 12 regionais de saúde visando, entre outras ações, melhorar o atendimento nos hospitais regionais. Nesta terça-feira (7), o secretário Waldson Dias de Souza está em Piancó, para dar continuidade à discussão da Rede de Cuidado Integrado a Saúde, que está sendo implantada na Paraíba. As reuniões acontecem com cerca 20 prefeitos da região.

A Rede de Cuidado é uma política do Governo do Estado com hospitais municipais. A intenção é promover um diálogo com os municípios e discutir desde a atenção a saúde primária à alta complexidade, considerando os fatores regionais, como forma de desafogar João Pessoa e Campina Grande e dar mais qualidade de assistência aos pacientes do interior.

“Queremos a qualificação dos profissionais que atuam nos hospitais de referência e que fazem a saúde do Estado. O Governo está realizando investimentos, a partir de um Plano Estadual de Desenvolvimento, visando os hospitais regionais e o interesse estratégico de cada região. O Governo está dizendo que repassará recursos que nunca chegaram a município algum. Esta é uma negociação regional inédita que estamos construindo. Já conversamos com mais de 160 prefeitos e hoje estaremos em Piancó, para dar continuidade a estas conversas”, frisou Waldson Souza.

Pelo interior – Em Piancó, o encontro terá a participação de prefeitos dos municípios de Pedra Branca, Curral Velho, Boa Ventura, Diamante, São José de Caiana e Serra Grande, Itaporanga, Santana dos Garrotes, Nova Olinda, Igaracy, Aguiar, Ibiara, Conceição, Santa Inês e Santana de Mangueira. Em Belém, a reunião segue com os prefeitos de Belém, Caiçara, Logradouro, Duas Estradas, Sertãozinho, Pilões, Campo de Santana (Tacima) e Serraria.

Normalidade no Trauma de João Pessoa – O Secretário Waldson Dias de Souza participou de uma reunião na tarde desta segunda-feira (6), no Palácio da Redenção, com o governador Ricardo Coutinho e representantes do Conselho Federal de Medicina (CFM) para falar sobre a situação da saúde no Estado. “Tivemos uma reunião franca e ampla. Falamos sobre o projeto político do estado na saúde nos quatro anos e deixamos claro que vamos precisar do apoio do Conselho”, disse.

O secretário garantiu que a situação dos médicos do Hospital de Trauma de João Pessoa está normalizada, com a volta da escala dos cirurgiões, sendo 23 médicos da cooperativa e os 15 efetivos. Ele explicou que 10 médicos do Rio de Janeiro atuaram no Trauma durante o final de semana, pelo mesmo valor do plantão pago aos médicos do hospital. Waldson frisou ainda que a situação destes médicos de fora foi legalizada junto ao Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM).

“Eles já retornaram para o Rio de Janeiro porque a situação foi normalizada, mas se for necessário eles poderão voltar. A gente vai discutir as reivindicações dos efetivos com eles trabalhando. Não temos condições de dialogar com os médicos parados, deixando a população sem atendimento.”, ressaltou.