João Pessoa
Feed de Notícias

Governo discute ampliação da agricultura familiar

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015 - 12:00 - Fotos: 

O secretário de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido (SEAFDS), Lenildo Morais, esteve em Brasília nessa quinta-feira (12) para apresentar diversos projetos que pretende implementar na Paraíba em parceria com o Governo Federal e entidades de cooperações internacionais.

Uma das reuniões foi com representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), onde o secretário debateu com a equipe técnica do órgão as regras de comercialização de energia alternativa. O encontro teve como objetivo caracterizar o mercado de energia elétrica cogerada e analisar os obstáculos à comercialização, que envolvem custos de transação e econômicos.

Lenildo Morais também se reuniu com representantes da Secretaria de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Entre os temas que foram discutidos estão a implantação de programa de produção de sementes básicas na agricultura familiar e projetos produtivos para a Paraíba, tendo como base tecnologias alternativas – a exemplo de mandalas, barragens subterrâneas e cisternas –, além da implementação do programa de verticalização da pequena produção familiar e a utilização do convênio Embrapa/MDA para capacitação de técnicos.

Os representantes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) também receberam o secretário Lenildo Morais, que apresentou solicitação de convênio com a Paraíba para financiamento de tecnologias apropriadas na agricultura familiar.

No final da tarde, o secretário se reuniu com diretores do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), que é um organismo internacional, fundando em 1942, especializado em agricultura e bem estar rural vinculado à Organização dos Estados Americanos (OEA). Na oportunidade, Lenildo Moraes debateu a possibilidade de criação de fundo rotativo para custear pequenos empreendedores rurais paraibanos.

Para Lenildo, as reuniões foram bastante positivas, visto que todos demonstraram interesse em desenvolver parcerias com a Paraíba. Segundo ele, é preciso buscar todas as formas de uma visão moderna sobre os desafios da agricultura, que vão desde os efeitos das mudanças climáticas na produção agrícola até a urgência em alimentar a crescente população e criar oportunidades e empregos para os homens e as mulheres do campo. “Nosso objetivo é a realização de uma agricultura familiar competitiva, sustentável e inclusiva para todos os pequenos produtores paraibanos”, afirmou Lenildo.