Fale Conosco

15 de abril de 2014

Governo desenvolve projeto de segurança alimentar para população indígena



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), está executando o Plano de Trabalho Atividades Produtivas Fortalecendo a Segurança Alimentar e Nutricional em Comunidades Tradicionais da Paraíba, que beneficia diretamente a população indígena.

O projeto objetiva implantar atividades produtivas básicas de criações de aves e de horticultura para 12 comunidades indígenas da Baía da Traição, Marcação e Rio Tinto, além de realizar rodas de diálogos sobre hábitos alimentares saudáveis, segurança alimentar, nutricional e direito humano à alimentação adequada.

Outra ação contemplada no Plano de Trabalho é a recuperação do Rio Simimbu, que foi concluída, totalizando 28 km e 5 km do Rio Estivas que percorrem 11 aldeias potiguaras situadas na Zona do Litoral Norte da Paraíba.

Com a iniciativa as comunidades indígenas integradas ao projeto são das aldeias do Município de Baía da Traição: Lagoa do Mato, Galêgo, São Francisco, São Miguel, Benfica, Cumarú, Acajutibiró,Tracueira, Val e Laranjeiras, duas do município de Marcação: Tramataia e Caieira, somando-se 261 famílias.

As Aldeias juntas totalizam 1.716 indígenas que cultivam mandioca, hortaliças, inhame, cana de açúcar e fruticultura. Também criam animais de pequeno porte, pescam (peixes de água doce e salgada, camarão) e possuem cinco casas de farinha.