João Pessoa
Feed de Notícias

Governo desenvolve ações para o Dia Mundial de Combate à Tuberculose

segunda-feira, 21 de março de 2011 - 08:54 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está preparando ações para o Dia Mundial de Luta contra Tuberculose, comemorado no dia 24 de março. Entre as atividades está um seminário sobre a doença, onde os dados da Paraíba serão apresentados pela equipe do Núcleo de Doenças Endêmicas da SES. O evento acontecerá no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), no dia 24, para cerca de 100 profissionais das 12 gerências regionais de saúde.

Nos últimos 10 anos, segundo o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) foram registrados mais de 11 mil casos de tuberculose na Paraíba, desses, 1.046 são dados parciais do ano passado. De acordo com a chefe do Núcleo de Doenças Endêmicas, Mauricélia Holmes, os números que serão exibidos no seminário são relativos aos novos casos de tuberculose.

“Existem aquelas pessoas que tiveram a doença pela primeira vez e que ficaram curadas. Mas, existem aqueles pacientes que começaram o tratamento e não terminaram. Isto caracteriza abandono de tratamento, ou seja, ele continua sendo uma fonte transmissora da doença”, explicou. Em 2009, dos 1.063 casos registrados, 71 abandonaram o tratamento e 32 em 2010.

Sensibilizar profissionais – A ideia, segundo Mauricélia Holmes, é fazer com que as ações de controle da tuberculose sejam seguidas com rigor, entre elas, a estratégia do Ministério da Saúde com o Tratamento Diretamente Observado (TDO). Neste caso, os profissionais têm que ir até a casa do paciente ou a pessoa em tratamento ser encaminhada à Unidade Básica de Saúde (USB) para tomar a medicação na frente do profissional de saúde.

“A maior preocupação da secretaria é com as pessoas que abandonam o tratamento, por isso estamos fazendo o seminário para sensibilizar os profissionais de saúde que trabalham nesta área. Quando existe uma reincidência da doença, a bactéria fica mais resistente e o problema se agrava. Cada pessoa com tuberculose sem tratamento pode contaminar de 10 a 15 pessoas”, alertou. Depois de 15 dias do tratamento iniciado a doença não é mais transmitida.

Na Paraíba, o hospital de referência para o tratamento da tuberculose é o Complexo de Doenças Infecto Contagiosas Clementino Fraga, que fica no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.