João Pessoa
Feed de Notícias

Governo cria Câmara Setorial da Defesa Animal e conselhos de agricultura

terça-feira, 6 de dezembro de 2011 - 22:06 - Fotos: 

Fotos: Walter Rafael

A Secretaria Estadual do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca (Sedap) criará a Câmara Setorial da Defesa Animal e Vegetal, o Conselho da Caprino/ Ovinocultura e da Pesca/Aquicultura. Essas decisões foram tomadas durante a 2ª Conferência Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, que terminou nesta terça-feira (6), no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa.

A Sedap também investirá na capacitação, formação e assistência técnica; fortalecerá a integração dos Arranjos Produtivos locais (APLs) e ampliará mercados de comercialização dos produtos da agricultura familiar no Estado. Além desses desafios, o documento final, intitulado “Desafios e Encaminhamentos para a Agropecuária e Pesca da Paraíba”, constará de outras ações que serão analisadas e divulgadas dentro de 15 dias como resultado da Conferência.

A Conferência Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário reuniu em torno de 600 participantes de mais de 100 municípios paraibanos. Estavam presentes representantes do poder público estadual e municipal, agricultores, produtores rurais, empresários, assentados, quilombolas, pescadores, artesãos, empreendedores da economia solidária, comerciantes, industriais, professores, estudantes e organizações não governamentais.

Abertura – O governador Ricardo Coutinho, durante a abertura da Conferência, na segunda-feira (5), destacou que o desenvolvimento rural pode levar o Estado a um crescimento ainda maior, já que a Paraíba é destaque nacional nas culturas do abacaxi, laranja e água de coco. Ele afirmou que é preciso expandir a economia da Paraíba, e o caminho é o desenvolvimento sustentável.

Com a realização do evento, a Sedap assumiu um compromisso de realizar uma política de desenvolvimento rural sustentável e solidário contemplando os setores produtivos, as forças sociais e as diversidades territoriais da Paraíba. Na Conferência, foram discutidos temas como irrigação, bovinocultura, caprionovinocultura, piscicultura e aquicultura, atividades não-agrícolas, algodão, cana de açúcar, horticultura, orgânicos/agroecológicos, fruticultura, apicultura/meliponicultura e desenvolvimento territorial, reforma agrária, ciência e tecnologia e assistência técnica e matriz energética.

Cada grupo de trabalho, dos 16 temas, elaborou e apresentou um documento específico, mostrando a nova realidade no setor rural e proporcionando uma avaliação das ações que foram realizadas, bem como um planejamento estratégico para o próximo ano.

Feira do Produtor

Desafios da agricultura – Na avaliação do Secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca, Marenilson Batista da Silva, que coordenou o evento, a Conferência serviu para definir um rumo para a agricultura paraibana. Ele destacou seis pontos como desafios para a agricultura: a criação de conselhos e fóruns; a legislação; a formação e capacitação e assistência técnica; infraestrutura e serviços; mercados para comercialização de produtos da agricultura e créditos para agricultores familiares.

“A nossa meta é manter um diálogo permanente entre Governo Federal, Estadual e Municipal e, principalmente, a sociedade civil, assim construiremos uma Paraíba melhor com desenvolvimento rural sustentável e solidário com Inclusão Produtiva e Social”, concluiu Marenilson.

Durante a Conferência, aconteceu a Exposição de Produtos e Serviços da Agropecuária e Pesca e a Feira Agroecológica da Agricultura Familiar, no anel interno do Parque Solon de Lucena (Lagoa), no Centro da Capital.

Comemoração – Durante o encerramento da 2ª Conferência Estadual do Desenvolvimento Sustentável e Solidário, a Emater Paraíba comemorou o Dia Nacional do Extensionista Rural, com a entrega de caminhões e trator para agricultores familiares, além de apresentações culturais.

Na ocasião, o presidente da Emater Geovanni Medeiros, disse que os parceiros são fundamentais nesse processo de consolidação da política pública em favor do agricultor familiar, destacando a unidade das demais vinculadas da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, que estão ajudando a consolidar a assistência ao homem do campo. “Houve avanços neste ano. Temos melhorado os serviços de extensão e vamos, agora, expandir ainda mais, tendo em vista que temos uma equipe capacitada”, afirmou.

Durante o evento, que terminou com uma apresentação de “Os Nonatos”, alguns parceiros que apoiam o serviço de extensão rural deram depoimentos, como foi o caso da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag), que reconheceu o papel da Emater para o fortalecimento da agricultura familiar.