Fale Conosco

9 de abril de 2012

Governo constroi barragem subterrânea para garantir água em Junco do Seridó



barragem subterranea do juncoA construção de barragens subterrâneas em Junco do Seridó, município localizado na região de Patos, está contribuindo para amenizar a situação do abastecimento de água na comunidade Poço de Pedras, beneficiando uma dezena de famílias agricultoras. A obra foi executada por meio de parceria entre a Prefeitura Municipal de Junco e a Emater Paraíba, empresa vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

A ação, acompanhada pelo chefe do escritório regional da Emater em Patos, Francisco Acácio, também deverá atender diferentes localidades rurais do município, inclusive com outras iniciativas, a exemplo de perfuração de poços, visando a garantia de água para o consumo humano e animal durante as estiagens. A primeira barragem construída no mês passado foi na comunidade Serra do Tanque, de propriedade de José Soares da Silva, no mês passado.

A barragem subterrânea consiste numa tecnologia alternativa de captação, armazenamento e contenção da água de chuva no interior do solo. A barragem é instalada em locais situados em um ponto estratégico do terreno, ou seja, transversalmente ao curso da água do rio, no qual escorre o maior volume de água no momento da chuva. Nessa ação, o agricultor entra como parceiro, dando como contrapartida a lona (de seis metros de largura por 36 de comprimento); a Emater entra com o apoio técnico; e a prefeitura, com a máquina retroescavadeira, que faz a parte mais importante da barragem: a escavação e o fechamento da vala, depois de colocada a lona na parte escavada.

“O caminho está sendo traçado de forma sustentável no município de Junco do Seridó, com ações que beneficiam a todos”, disse Kleber Fernandes de Medeiros, extensionista rural responsável pelo projeto.  O agricultor familiar José Vieira de Medeiros, beneficiado com a construção de duas barragens, se disse bastante satisfeito, pois tem certeza de que haverá a garantia do abastecimento de água em período de estiagem