Fale Conosco

23 de março de 2018

Governo capacita gestoras de políticas para mulheres segunda e terça-feira



Gestoras de órgãos de políticas públicas para mulheres participam de formação sobre temas como equidade de gênero, empoderamento das mulheres, autonomia e participação social, políticas públicas para mulheres rurais, preconceito, racismo e diversidade. A capacitação realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, será nesta segunda (26) e terça-feira (27), na Fundação Casa de José Américo, no bairro Cabo Branco. As inscrições já estão encerradas.

Segundo a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, o número de municípios com órgãos de políticas específicas para mulheres aumentou 200%. Atualmente, são 48 organismos de políticas públicas para mulheres institucionalizadas na Paraíba. “Nosso objetivo é capacitar e qualificar gestoras e técnicas que atuam nos Organismos de Políticas para as Mulheres com intuito de elaborarmos um plano de ação local de enfrentamento da violência contra mulheres, prevenção à morte materna e estímulo à autonomia”, explica a secretária.

A abertura da formação será, às 19h, com a presença da vice-governadora Ligia Feliciano, a deputada estadual Estela Bezerra, a juíza Graziela Queiroga Gadelha de Sousa, a delegada Maísa Félix, coordenadora das Delegacias Especializadas de atendimento às mulheres; Lúcia Cândido, representante do Fórum Estadual de Gestoras de Organismos Municipais de Politicas para as Mulheres e Odete Ricardo, representante do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM).

A palestra de abertura será, às 20h, com a psicóloga Suely Oliveira sobre Públicas para as Mulheres: Desafios e Estratégias para consolidar a politica na gestão pública. Suely Oliveira é psicóloga, mestra em psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco. Atuou como secretária de Articulação Institucional da Secretaria de Políticas para as Mulheres no Governo Federal. É ativista do movimento feminista, doutoranda em psicologia clínica e pesquisadora do Núcleo de Pesquisas em Gênero e Masculinidades da UFPE (Gema).