Fale Conosco

17 de agosto de 2011

Governo beneficia mais de mil famílias com Empreender-PB



O Governo do Estado, por meio do Conselho Gestor do Programa de Apoio ao Empreendedorismo da Paraíba (Empreender-PB), aprovou 20 planos de negócios coletivos e projetos de 231 artesãos paraibanos. A aprovação marca o início do processo de incubação que viabilizará a liberação dos primeiros empréstimos do programa.

Os contratos de incubação para financiamento produtivo devem ser assinados pelo governador Ricardo Coutinho nos próximos dias, totalizando um investimento de cerca de R$ 4,4 milhões. Ao todo, serão beneficiadas mais de cinco mil empreendedores em 25 municípios de todas as regiões da Paraíba.

Segundo o subsecretário Executivo do Empreender PB, Tárcio Pessoa, os vinte projetos de cooperativas e associações envolvem 1.254 famílias (aproximadamente cinco mil pessoas). São negócios produtivos nas seguintes áreas: horticultura, avicultura alternativa, piscicultura, confecção de tapetes, caprinocultura leiteira, mineração, beneficiamento de frutas, beneficiamento de pescado, e beneficiamento de castanha.

Para esta linha de crédito, foram aprovados projetos orçados entre R$ 25 mil e R$ 497 mil, totalizando R$ 3.975 milhões em financiamentos. Conforme o subsecretário, os empreendedores passarão por um processo de incubação dos negócios, o que inclui capacitações em parceria com o Sebrae-PB e acompanhamento gerencial e técnico especializados, realizados pelo Empreender PB.

“Esta é uma das inovações do Empreender Paraíba. Nós vamos promover a incubação destes negócios, que terão como objetivo a preparação dos empreendedores para receber o crédito e o acompanhamento de cada um dos negócios apoiados”, explicou.

Projetos – Tárcio Pessoa lembrou ainda que os recursos serão liberados conforme o cronograma dos projetos e que os 231 artesãos que tiveram financiamento aprovado já passaram por um processo de capacitação. “Nesta linha de crédito, será liberado um total de R$ 400 mil, por meio de financiamentos de até R$ 2 mil”.

Os primeiros projetos beneficiados pelo Empreender PB foram definidos pelo Conselho Gestor do Programa, presidido pelo secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Renato Feliciano. Também têm assento no conselho os titulares das secretarias estaduais de Planejamento e Gestão, de Finanças, da Receita, bem como a Procuradoria Geral do Estado.

Empreendedores individuais – Ainda está em processo de finalização o edital que vai beneficiar empreendedores individuais. A linha de crédito será executada em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) – por meio dos programas Crediamigo e Agroamigo – e com o Empreendedor Individual (EI). O edital, cujo lançamento é previsto para setembro, deve liberar recursos da ordem de R$ 60 milhões ainda esse ano.

Lançados em junho, os dois primeiros editais do programa, que possuem linhas de crédito para cooperativas e associações e para artesãos, continuam aberto em caráter permanente. Os interessados podem se inscrever pela página na internet (www.empreender.pb.gov.br).