Fale Conosco

4 de março de 2015

Governo avalia ações da agricultura familiar no Sertão para desenvolver a área rural



O secretário de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, Lenildo Morais, participou, em conjunto com a Diretoria Colegiada da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), nessa terça-feira (3), em Patos, no Sertão, da reunião com assessores e coordenadores regionais para uma apresentação e avaliação das ações em execução das pastas na região administrativa de Patos. Essa foi a primeira de uma série de reuniões em caráter itinerante, a serem realizadas a cada dois meses nas 15 regionais administrativas da empresa no Estado.

De acordo com o secretário Lenildo Morais, a reunião técnico-administrativa, que aconteceu no auditório do Sebrae no Rodoshopping, na entrada da cidade, contou com a participação de oito prefeitos e representantes dos executivos da área da agricultura de diversos órgãos públicos do Estado e teve o objetivo, dentre outros, de mostrar o funcionamento da gestão unificada da Emepa, Interpa e Emater.

“Estamos aqui discutindo propostas para desenvolver o meio rural do paraibano. Na oportunidade contextualizamos aos prefeitos e gestores da agricultura presentes as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado via a SEAFDS e outros órgãos para a região, bem como para todo o Estado. Tivemos a oportunidade também de apresentarmos nosso planejamento estratégico aonde falamos dos macro-desafios que já foram apresentados ao Governo do Estado, como a viabilização para a construção de novas cisternas de placas, barragens subterrâneas e poços artesianos, bem como limpeza dos mananciais, para poder ofertar aos pequenos agricultores água a toda essa cadeia produtiva. Já a Emater trouxe suas experiências que foram difundidas na região como a distribuição de raquetes de palma, o crédito, o associativismo, a questão da agroecologia. Então foi muito importante para nós como representantes do governador Ricardo Coutinho trazer as ações já executadas e mostrar com eficiência o que pretendemos implantar”, avaliou Lenildo.

Por todo o dia, além das demandas dos 24 municípios que compõem a região, foram discutidas parcerias com as instituições financeiras como os Bancos do Nordeste, do Brasil e Caixa Econômica Federal e questões ligadas a crédito rural, crédito fundiário, chamadas públicas, bem como a atuação do Grupo de Estudos Ambientais e Prospecção (Geap). Em seguida, o coordenador da Chamada Pública do Médio Sertão, Jailson Lopes, apresentou ações do contrato n° 108/2014 entre Emater e Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA, que visa o fortalecimento da Agroecologia para 800 famílias agricultoras dos 16 municípios da Regional de Patos.

Para o diretor presidente da Gestão Unificada (GU) Emater/Emepa/Interpa, Nivaldo Magalhães, o objetivo maior do encontro foi a unificação das ações, dos sonhos e das realizações, por isso estavam presentes além do secretário de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, a diretoria unificada da Emepa, Interpa e Emater, os 15 coordenadores regionais da Emater, prefeitos e representantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentáveis (CMDRs), sindicatos e associações rurais. “Aqui discutimos uma manhã de ação, onde apresentamos as políticas públicas que estão sendo planejadas, as que já foram executadas e o que nós esperamos nos próximos anos da gestão de Ricardo Coutinho”, disse.

De acordo com Nilvaldo Magalhães, a meta é fazer com que todas as políticas como a assistência técnica, o crédito através do Banco do Nordeste, a chamada pública, o Pnae que é a compra da merenda escolar, o Garantia Safra, dentre outras ações desenvolvidas pela Emater cheguem aos agricultores, pois alega que antigamente na Paraíba o que existiam eram políticas fracionadas que chegavam pingadas por cada órgão. “O governador quer que trabalhemos com um só foco o da unificação das políticas para que o agricultor seja o maior contemplado”, completou.