João Pessoa
Feed de Notícias

Governo autoriza mais de R$ 1 milhão para escolas em Santa Rita

sexta-feira, 3 de junho de 2011 - 10:34 - Fotos:  João Francisco/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho assinou, na noite desta quinta-feira (2), duas ordens de serviço contemplando o setor educacional do município de Santa Rita, cujos investimentos somam mais de R$ 1,1 milhão. A assinatura autorizando o início das obras de reforma e ampliação de escolas aconteceu durante a plenária do Orçamento Democrático da 1ª Região Geoadministrativa, realizada no Ginásio “O Renatão”, no bairro Alto das Populares, em Santa Rita.

A primeira ordem de serviço assinada autoriza a construção do ginásio de esportes da Escola Maria Honorina Santiago, localizada no bairro Alto das Populares, onde serão investidos R$ 579.461,71. Já o segundo documento prevê a reforma e ampliação da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Enéas de Carvalho, que ganhará laboratórios de física, biologia e matemática. Serão investidos R$ 529.422,23.

Durante a plenária do OD em Santa Rita, o governador Ricardo Coutinho anunciou a retomada das obras da transposição Translitorânea – paralisadas há mais de um ano – para daqui a 20 dias. Com a conclusão, será garantida mais água para mais de 1,5 milhão de pessoas na grande João Pessoa (além da capital, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo e Conde). E destacou que Santa Rita será contemplada com uma barragem de nível que vai possibilitar maior captação e solucionar o problema da falta d’água no município.

Mobilidade – O governador adiantou que na próxima terça-feira (7), às 15 h, deverá assinar uma ordem de serviço para o início das obras do binário da Avenida Liberdade, em Bayeux, onde serão investidos cerca de R$ 6 milhões, para melhorar o fluxo do trânsito na região. Segundo disse, o Governo já indenizou 70 famílias com aproximadamente R$ 1 milhão. Ricardo informou ainda sobre a construção do binário de Jacumã, no Conde, que possibilitará o incremento do turismo no Litoral Sul. Além disso, o Governo do Estado está buscando a liberação de R$ 280 milhões para construção do viaduto do Geisel, em João Pessoa.

O governador destacou que no segundo semestre deverão ser investidos cerca de R$ 10 milhões em serviços de recuperação da malha viária paraibana (tapa buraco) e anunciou que até o final deste mês deverá assinar a ordem de serviço para pavimentação da estrada que liga Caldas Brandão a Mari, como parte do programa Caminhos da Paraíba, que prevê a pavimentação de 800 km de rodovias.

Ricardo Coutinho lembrou que a região metropolitana de João Pessoa, em especial os municípios de Santa Rita e Cabedelo, deverá ganhar em breve um veículo leve sobre trilhos (VLT), que vai substituir os trens velhos. A estação ferroviária também será modernizada e será integrada com a linha dos ônibus como parte da Mobilidade Urbana prevista para iniciar no mês de agosto com a liberação de recursos do PAC.

Saúde e Educação – Com relação ao Hospital Metropolitano de Santa Rita, o governador manifestou o seu desejo de concretizar a obra, mas disse que, devido a sua grandiosidade, o Hospital necessita de recursos federais. E anunciou que o deputado federal Efraim Filho já apresentou emenda no valor de R$ 20 milhões. Para a região de Sapé, Ricardo Coutinho anunciou o projeto para criação de um serviço hospitalar qualificado, bem como a implantação de uma escola técnica na área de saúde.

Ricardo acrescentou que vai implantar escolas técnicas para atender a demanda existente nos locais onde o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia – IFPB (antiga escola técnica) não criar campus ou núcleos. Ele disse que o órgão deverá implantar seis novos campi – um deles em Santa Rita – e oito núcleos avançados, dos quais um em Bayeux.

Para o município de Cabedelo, Ricardo anunciou a construção do Centro de Referência em Navegação Marítima, cujo terreno já foi doado pelo Governo do Estado. Conforme ressaltou, a obra faz parte do projeto que vai colocar o Porto de Cabedelo na rota do desenvolvimento.

Habitação – O governador Ricardo Coutinho revelou que até 2012 o município de João Pessoa terá reduzido a metade do seu déficit habitacional. Está previsto o início da construção de 2.812 unidades habitacionais para a Capital, outras 2.240 para Bayeux, 260 para Caaporã, 434 para o Conde, 1.049 para Santa Rita, 80 para Sapé e 64 em Sobrado.