Fale Conosco

1 de dezembro de 2013

Governo atende trabalhadoras do campo na zona rural de Campina Grande



As unidades móveis de atendimento às mulheres trabalhadoras do campo vítimas de violência doméstica prestarão serviço, nesta terça-feira (3), na zona rural de Campina Grande. As duas unidades oferecerão atendimento psicossocial, jurídico, orientação e palestras em Catolé da Boa Vista e Estreito do Lucas.

A ação integra as atividades do 25 de novembro, Dia Internacional de Enfrentamento à Violência contra Mulher, quando foi lançada a campanha Violência Contra Mulher – Sua História Pode Ser Outra, do Governo do Estado, através da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana.

As unidades móveis foram entregues ao Governo do Estado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), dentro do programa “Mulher, Viver sem Violência”.

Segundo a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, o calendário de atendimento será permanente. “Já recebemos solicitação de muitas cidades do interior do Estado e estamos fazendo um calendário que será divulgado na próxima semana já com as atividades das cidades de Belém e Lagoa de Dentro”.

Dentro das unidades, será disponibilizado atendimento de delegados, promotores, juízes, psicólogos e assistentes sociais. “A Secretaria de Segurança, Ministério Público e Tribunal de Justiça são parceiros e estão designando profissionais para o atendimento móvel”, disse Gilberta.