Fale Conosco

19 de setembro de 2013

Governo atende novos agricultores familiares com tarifa verde



Depois de ter sido lançado pelo Governo do Estado, há três meses, o Programa Tarifa Verde está com 365 pedidos de instalação do beneficio em propriedade de agricultores familiares. Inicialmente serão atendidas 65 pessoas que tiveram as solicitações aprovadas durante reunião da equipe de avaliação, na manhã desta quinta-feira (19), na sede da Emater Paraíba, na estrada de Cabedelo. Agora os pleitos serão encaminhados para que a Energisa faça a instalação dos medidores.

Os agricultores beneficiados com a redução da tarifa de energia são dos municípios de Catolé do Rocha, de Areia, de Patos, Sousa, Serra Branca e Pombal. A comissão de avaliação é composta por Demilson Lemos de Araújo e Aurélio Ferreira Neto, da Sedap, Itaragil Venâncio Marinho, da Emater, e Nicolas Lucena Queiroz, além do assessor da Emater, José Marinho de Lima, que acompanha este programa.

Na avaliação do técnico da Emater e responsável pelo programa, Itaragil Marinho, o Tarifa Verde vai possibilitar significativo aumento na renda familiar dos agricultores, já que os custos com a irrigação serão reduzidos.

O kit medidor do Tarifa Verde custa em média R$ 1,1 mil reais, mas pode ser adquirido gratuitamente por agricultores familiares que tenham Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), que aderirem ao programa, realizando um simples cadastro junto aos escritórios da Emater de seu município. Para tanto, basta levar cópia do RG e do CPF e de um comprovante de residência (pode ser da conta de luz). Os técnicos da Emater verificarão a veracidade das informações dos agricultores no cadastro e, após seleção da Sedap, caberá à Energisa a instalação do kit Tarifa Verde. Os técnicos da Emater já cadastraram mais de 365 agricultores familiares irrigantes, em 45 municípios. A meta, até 2015, é cadastrar e atender quatro mil.