Fale Conosco

25 de maio de 2009

Governo atende famílias atingidas pelas chuvas no Sertão e Litoral



O Governo do Estado, numa ação da Defesa Civil, atendeu cerca de 400 famílias atingidas pelas chuvas na região de Sousa. Esta ação aconteceu nesse final de semana e fez parte de um projeto que disponibiliza colchões, kits de cama e cestas básicas para atender necessidades das vítimas dos altos índices pluviométricos registrados nesse semestre em todo o Estado.

A distribuição de mantimentos foi coordenada pelo coronel Sinval Pinheiro Borges, atendendo determinação do secretário Francisco Sarmento, e contou com a participação de agentes da Defesa Civil Estadual e homens da Polícia Militar, que atenderam a todas as famílias cadastradas anteriormente naquela área. 

Segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, a situação no Sertão está controlada, “pelo fato das chuvas na região terem dado uma trégua, mas a preocupação atual envolve os municípios litorâneos para onde, conforme os boletins pluviométricos, as chuvas estão direcionadas”.

Mesmo com a diminuição do inverno no Sertão, a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA) registrou um aumento no número de açudes que estão sangrando (agora são 82) e também verificou-se que os níveis de água das barragens de Acauã e Boqueirão já diminuem, deixando as populações ribeirinhas mais tranqüilas.

No Litoral – Durante todo esse final de semana, as chuvas não cessaram em grande parte dos municípios do Litoral paraibano, gerando uma preocupação para o Governo do Estado e os órgão ligados diretamente à população, como Corpo de Bombeiros e polícias Civil e Militar, em particular aquelas famílias que habitam áreas de risco.

 No sábado (23), agentes da Defesa Civil Estadual estiveram em várias áreas atingidas pelas chuvas dos últimos dias em João Pessoa, Santa Rita, Bayeux e Cabedelo, e pediram para que as comissões de defesa civil municipais do Agreste, Zona da Mata e principalmente do Litoral estejam em alerta para possíveis ocorrências.

Além de atender aos municípios em estado de emergência, a coordenação da Defesa Civil Estadual solicita que os agente municipais entrem em contato com o órgão, para que se tenha um real levantamento das condições de infraestrutura de cada município atingido pelas chuvas, como também um pronto atendimento à população prejudicada.

Marcela Gabínio, da Seinfra