João Pessoa
Feed de Notícias

Governo apoia reforma da Central de Beneficiamento da Agricultura Familiar de Sapé

sábado, 27 de junho de 2015 - 10:56 - Fotos: 

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) e da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (Sesaes), participou da assinatura da Ordem de Serviço para reforma da Central de Beneficiamento e Comercialização da Agricultura Familiar de Sapé, na manhã dessa sexta-feira (26), em parceria com a prefeitura do município. O Centro vem trazendo uma filosofia de inclusão produtiva e viabilidade econômica sustentável desses empreendimentos, promovendo acesso ao mecanismo de comercialização e financiamento adequado.

As ações de Economia Solidária representam alternativas de trabalho e renda para muitos trabalhadores e uma estratégia de desenvolvimento alternativa e solidária. Nessa perspectiva, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano firmou convênio com a Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes/Ministério do Trabalho e Emprego-MTE) para execução do Projeto de Ações Integradas de Economia Solidária para o desenvolvimento local e territorial, visando a redução das desigualdades e a superação da extrema pobreza no Estado da Paraíba, através da criação de Redes de Empreendimentos Solidários, instalação de um Centro Público, três Casas de Economia Solidária e uma Central de Beneficiamento e Comercialização da Agricultura Familiar.

A ideia do projeto é trabalhar com a formação e capacitação de 900 trabalhadores. Serão beneficiados mais de 20 assentamentos da Reforma Agrária localizados na Zona da Mata paraibana, polarizados pelo município de Sapé, e cerca de 2.000 famílias de trabalhadores da Agricultura Familiar da região. O Centro Integrado de Agricultura Familiar está previsto para ser inaugurado em novembro.

Para a secretária de Administração e Planejamento de Sapé, Maria das Graças Feliciano, a reforma do Centro Integrado de Apoio à Agricultura Familiar (Ciaf) veio para firmar a importância do município, onde existe uma área de grande potencial agrícola. “Nós temos nove áreas de assentamentos, onde esses trabalhadores cultivam diversos produtos, como macaxeira, inhame, feijão, arroz e frutas. Hoje a população está em festa com esse pontapé inicial. Com a chegada desse Centro, Sapé vai ganhar muito com a comercialização dos produtos da terra com qualidade”, disse a secretária.

A secretária executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (Sesaes), Ana Paula Almeida, ressaltou o quanto estava realizada em perceber tamanha satisfação nos trabalhadores que serão beneficiados com esse projeto.  “O Centro é um espaço integrado de produção de consumo onde os agricultores familiares vão reunir produtos de 14 cidades da região, tanto de Sapé como de outros assentamentos circunvizinhos. Vamos trabalhar com a produção de polpa de fruta e venda também de produtos agroecológicos”, completou.

O presidente da Associação dos Agricultores e Agricultoras Agroecológicas da Várzea (Ecovarzia), Assis Barbosa de Melo, destacou que Centro veio para somar, dando mais uma esperança para quem trabalha com produtos que precisam de um cuidado maior, como as frutas, verduras e raízes. “Com essa nova estrutura e suporte, podemos armazenar melhor os produtos para serem comercializados e direcionados sem pressa para outros programas”.

De acordo com o presidente do Conselho do Desenvolvimento Rural de Sapé, Luiz Pinto Cavalcante, o Centro é muito importante tanto para os sócios da Associação dos Assentamentos de Santa Helena I da cidade como também para os municípios vizinhos. “Vamos ter um centro de acolhimento das nossas mercadorias e agora não vamos precisar de atravessador para comercializar os produtos. O nosso objetivo é produzir e agora tendo onde vender acreditamos que vamos crescer com a venda dos nossos produtos com mais segurança e facilidade”, observou.