João Pessoa
Feed de Notícias

Governo apresenta estratégias para atrair turistas durante a Copa 2014

quarta-feira, 24 de julho de 2013 - 17:18 - Fotos:  Antonio David / Secom-PB

A Paraíba entrou em clima de Copa do Mundo, nesta quarta-feira (24), com a apresentação da estratégia de marketing e de logística que será ampliada a partir de agora até após a competição mundial. As ações do Governo do Estado envolvem o trabalho compartilhado pelo menos por oito secretarias e agências, que atuarão em conjunto por meio de um projeto que visa receber bem os turistas brasileiros e estrangeiros, mas, sobretudo, deixar todo o legado para o cotidiano da população que reside nos municípios que serão beneficiados.

De acordo com a secretária de Comunicação Institucional, Estela Bezerra, as ações do Governo direcionadas na busca de melhorar a convivência dos turistas da Copa do Mundo na Paraíba passam diretamente pela qualidade de vida que está sendo proporcionada no dia-a-dia dos paraibanos. “Há um esforço coletivo do Governo no sentido de arrumar a casa para os futuros visitantes, mas em cima de um planejamento estruturante que vem sendo feito independente da Copa”, disse a secretária.

A Copa do Mundo, de acordo com Estela Bezerra, “é uma visão de oportunidade para atrair os turistas”, mas dentro de um processo mais amplo, que envolve desde a melhoria da infraestrutura turística das cidades que serão envolvidas nas ações, passando pelo reforço substancial da segurança pública, até o investimento do marketing, colocando a Paraíba como um dos pontos de referência para a prática do turismo familiar no Brasil.

A presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, disse que a Mundial de seleções de 2014 já começou na Paraíba assim que o Brasil foi efetivamente confirmado como sede da competição. Há dois anos, segundo ela, o Governo vem se debruçando na tentativa de discutir as práticas para usufruir da melhor forma possível do legado que será deixado. “A Copa é um grão de areia no projeto que o Governo vem trabalhando ao longo dos anos para beneficiar diretamente a população”, pontuou a dirigente.

Entre as ações mais cruciais nesse processo, segundo Ruth Avelino, está a capacitação de mais de 2,5 mil pessoas na Grande João Pessoa, inicialmente, seguindo rumo a Campina Grande e outras regiões do Estado. A executiva lembra projetos em parceria com Sebrae e Fecomércio, na ação de qualificação, por meio do Pronatec, de policiais e funcionários da rede hoteleira, e o cadastramento dos equipamentos turísticos ao Cadastro Nacional, do Ministério do Turismo, além de fortalecer os Fóruns de Turismo das regiões paraibanas.

Entre os projetos de infraestrutura turística, Ruth Avelino destacou as obras que têm sido realizadas na Costa do Conde, em parceria com a Prefeitura local, como o contorno de Jacumã, construção e asfalto na ladeira de acesso à Praia de Coqueirinho, bem como a inauguração do Centro de Convenções Ronaldo Cunha Lima, em João Pessoa. A Secretaria da Juventude e Esporte apresentou o projeto que está dotando a Vila Olímpica Ronaldo Marinho de condições para atender uma das seleções internacionais para treinamento. Das quatro janelas de inscrição na Fifa, a Vila foi aprovada em todas elas, mas é a Federação do País que decidirá pelo Centro de Treinamento.

As ações inseridas no projeto do Governo para a Copa 2014 também envolve os setores de segurança e saúde, vistos como mais cruciais. A Secretaria de Saúde irá priorizar ações no monitoramento de entrada de turistas estrangeiros, reforço de pessoal em toda a rede de saúde, inclusive, com a contratação de profissionais que tenham domínio de uma segunda língua, e formatação de uma cartilha informativa. A Saúde, por meio da Agência de Vigilância Sanitária (Agevisa) também irá categorizar os restaurantes, criando um selo de qualidade, que vai de A a E, elaborando uma cartilha com os estabelecimentos cadastrados, com apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Paraíba (Abrasel).

Na área de Segurança e Defesa Social, as ações do Governo estão pautadas na capacitação em línguas estrangeiras e investimentos de R$ 5 milhões na instalação de 120 câmeras em João Pessoa e outras 40 em Campina Grande para fazer o monitoramento das pessoas durante as maiores concentrações de público durante as partidas. Haverá ainda um trabalho em conjunto nas divisas dos Estados do Nordeste, com a compra de um helicóptero no valor de R$ 8 milhões. Outros R$ 19 milhões serão investidos em equipamentos como GPS nas viaturas para o rastreamento.

No setor de Desenvolvimento Humano, haverá uma ação intensificada na proteção à criança e adolescentes durante a competição. Será ampliado o trabalho de divulgação, com o uso de banners, cartazes, adesivos e até redes sociais, assim como a elaboração de um mapeamento das áreas mais críticas das rodovias e BRs, em parceria com o Departamento de Estrada e Rodagem (DER). Haverá ainda uma etapa de capacitação dos profissionais que atuam nas empresas ligadas ao trade turístico e dos conselheiros tutelares.

No campo da cultura, a maioria das ações ficará concentrada na Casa Fundação José Américo, que além de atuar na realização das programações culturais, reforçará o atendimento para que as pessoas tenham acesso ao Museu, que contém cerca de 1 milhão de documentos referentes apenas aos ex-governadores paraibanos. A Fundação também atuará diretamente no projeto de acessibilidade e inclusão dos portadores de deficiência ao lazer, esporte e cultura, por meio de um projeto pioneiro e que tem sido copiado em outros Estados brasileiros.

Logomarca – A logomarca e slogan da campanha foi elaborada pela SIN Comunicação, agência de publicidade selecionada após um processo de licitação que incluiu outras sete empresas. O slogan “Paraíba 2014, alegria além do futebol” foi escolhido em função do esporte mais popular e de maior paixão dos brasileiros, mas, sobretudo, pelo entusiasmo, emoção e felicidade que o esporte provoca. O desenho retrata a união das culturas, em uma celebração de um gol. O formato lembra a taça da Copa Mundial, com cores que destacam os continentes, mas enaltecendo as da bandeira da Paraíba. A produção da peça levou cerca de quatro meses para ser finalizada.