Fale Conosco

13 de outubro de 2017

Governo apresenta documentos que atestam regularidade da Perimetral Sul e obras serão retomadas segunda-feira



coletiva no DER com luis torre e diretor do der_foto alberi pontes (2)O diretor de Operações do Departamento de Estrada de Rodagem (DER), Armando Marinho, e o secretário da Comunicação Institucional, Luís Tôrres, concederam entrevista coletiva, nesta sexta-feira (13), na sede do DER, em João Pessoa, quando mostraram toda a documentação que atesta a regularidade das obras da Perimetral Sul, equipamento de mobilidade urbana que vai beneficiar mais de 300 mil pessoas, com recursos próprios do Governo do Estado na ordem de R$ 17,9 milhões. As obras serão retomadas na próxima segunda-feira (15).

Na última quarta-feira (11), a Prefeitura Municipal de João Pessoa embargou – em toda a sua extensão – as obras da Perimetral Sul sob a alegação de que o Governo do Estado não tinha documentos como Licença de Instalação da Obra e Certidão de Autorização. Na coletiva, todos esses documentos foram mostrados, inclusive a Certidão de Autorização emitida pela própria prefeitura

coletiva no DER com luis torre e diretor do der_foto alberi pontes (1)Para o secretário Luís Tôrres, o ato administrativo da Prefeitura de João Pessoa prejudica toda a população. “O Governo do Estado não permitirá que este embargo prejudique toda a população, já que o DER tem toda a documentação que comprova a regularidade das obras. O Governo do Estado vai reapresentar toda a documentação que já havia sido apresentada”, afirmou, destacando que as obras serão retomadas nesta segunda-feira (16).

O diretor de Operações do DER, Armando Marinho, enfatizou que não há motivos para o embargo da obra pela Prefeitura Municipal de João Pessoa. “Estamos com toda a documentação – a Prefeitura tem conhecimento disso – inclusive temos uma Certidão da Prefeitura autorizando a pavimentação da Perimetral Sul”, explicou.

Armando Marinho explicou, ainda, que um dos motivos alegados pela Prefeitura de João Pessoa para o embargo seria a retirada de algumas árvores por conta da obra. “Essas árvores foram retiradas de uma invasão antiga, em uma via pública. Indenizamos essas invasões, onde estavam essas árvores. De modo que não há razão para esse embargo”, disse.

coletiva no DER com luis torre e diretor do der_foto alberi pontes (6)Perimetral Sul – Trata-se de mais uma grande obra de mobilidade urbana do Governo do Estado em João Pessoa, com extensão de 12,6 km, na qual estão sendo investidos R$ 17,9 milhões, com recursos próprios.

A avenida começa nas proximidades da Gráfica Santa Marta, na BR-101, e prossegue pelo bairro Gervásio Maia/Colinas do Sul/Valentina de Figueiredo/Muçumagro/entroncamento da PB-008, beneficiando diretamente uma população de 300 mil habitantes da Grande João Pessoa. A expectativa para o tráfego médio diário é de 5 mil veículos.

Os principais serviços são complementação e melhoramento do sistema de drenagem de águas pluviais e subterrâneas, adequação do alinhamento de ruas, pavimentação asfáltica, padronização de calçadas laterais, implantação de paradas de ônibus, sinalização horizontal e iluminação ornamental. Está sendo projetada a implantação de uma ciclofaixa ao longo de toda a avenida.