João Pessoa
Feed de Notícias

Governo apresenta aos colaboradores do Cooperar novo formato de projeto para população rural

terça-feira, 20 de outubro de 2015 - 18:00 - Fotos: 

Cerca de 60 técnicos e colaboradores do Projeto Cooperar participaram nesta terça-feira (20), no auditório do Senar, de um Workshop sobre as ações do PB Rural Sustentável, projeto que será executado nos próximos seis anos pelo Governo do Estado em parceria com o Banco Mundial, com investimentos de US$ 80 milhões para subprojetos de acesso à água, redução da vulnerabilidade agroclimática e alianças produtivas, que vai atender diretamente aproximadamente 39.000 famílias a partir deste ano.

O evento foi aberto pelo secretário executivo do Cooperar, Roberto Vital, que lembrou da construção coletiva do projeto pelos servidores, iniciado há mais de um ano, e que está em fase final de preparação. Oficialmente, deverá ser concluído na última missão do Banco Mundial prevista para o próximo mês. Ele destacou que não foi fácil ter chegado nessa qualidade e estágio do PB Rural Sustentável.

Durante a programação do workshop foram apresentadas as principais linhas de financiamento do projeto. O Componente 2, que será direcionado para subprojetos de acesso à água e redução da vulnerabilidade agroclimática e terá 100 Subprojetos de Sistemas de Abastecimento d’água Completos; 198 Subprojetos de Sistemas de Abastecimento d’água singelos; 151 subprojetos de cisternas de tela de alambrado; 72 Sistemas de Dessalinização com aproveitamento do concentrado; 493 subprojetos com arranjos elaborados dentre 14 tecnologias adaptadas às condições do semiárido e 79 subprojetos de melhoria de acesso rural.

No componente 3, denominado Alianças Produtivas, serão financiados 170 planos de investimentos integrantes e abrangerá os 222 municípios. Já o componente 2 será dirigido aos 100 municípios selecionados com base no Índice de Priorização dos Municípios, obtido a partir do Índice Municipal de Vulnerabilidade Agroclimática (IMVA), que contemplou, dentre outros indicadores, pluviometria, índice de aridez, perda de safras, IDH.

Ainda na ocasião houve a apresentação de novas tecnologias de convivência com a estiagem, realização de dinâmicas de grupo para o entrosamento e descontração da equipe, como forma de estimular o trabalho em equipe, como também a promoção de debates pertinentes a pauta programada.